O ENSINO UNIVERSITÁRIO COMO ESPAÇO DE FORMAÇÃO: CONTRIBUTO PARA UMA REFLEXÃO SOBRE OS DESAFIOS CURRICULARES COMO DESAFIOS EPISTEMOLÓGICOS

Rui Trindade

Resumo


Este é um texto onde se reflete sobre a dimensão curricular dos projetos de formação no Ensino Universitário a partir dos desafios epistemológicos com que os mesmos nos confrontam. Parte-se da análise da Psicologia da Educação, como disciplina que integra os planos de estudos dos cursos de formação de professores, de mediadores socioeducativos, de educadores sociais, de animadores socioculturais ou, entre outros, de pedagogos sociais, para se discutir se tais planos de estudos poderão continuar a ser organizados em função de disciplinas estanques entre si ou se, em alternativa, tais planos deveriam ser configurados em função de problemáticas estruturantes que, mobilizando os saberes de áreas científicas distintas, permitem abordar tais problemáticas como entidades complexas. 


Palavras-chave


Ensino Universitário; Epistemologia e Currículo; Paradigma da complexidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.17.053.AO04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat