NOVOS TEMPOS, NOVAS PRÁTICAS... repensando metodologia e avaliação no Ensino Superior - Relato de Pesquisa

Valéria Ramos Leitão, Lúcia Raquel Miranda Passerino, Lílian Anna Wachowicz

Resumo


Este artigo apresenta considerações sobre a ação docente na PUCPR em relação à implantação dos novos projetos pedagógicos dos cursos de graduação. A partir dos pressupostos educacionais -  a visão do todo e a produção do conhecimento - é encaminhada uma reorganização da prática pedagógica no ensino superior. A prática docente, proposta pelos programas de aprendizagem que compõem o Projeto Pedagógico, resulta da articulação entre competências, metodologia, temas de estudo e avaliação, em decorrência da concepção de educação e da natureza da área do conhecimento, mas sempre a partir do projeto vivido.


Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Maria Célia; MASETTO, Marcos. O Professor Universitário em aula. São Paulo, SP: MG Associados, 1990.

ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Metodologia do ensino superior: da prática docente a uma possível teoria pedagógica. Curitiba: IBPEX Autores Associados, 1998.

BEHRENS, Marilda Aparecida. O paradigma emergente e a prática pedagógica. Curitiba: Champagnat, 1999.

HADJI, Charles. Avaliação Desmistificada. Porto Alegre: Artes Médicas, 2001.

MARTINS, Pura Lúcia O. A Didática na atual organização do trabalho. Uma experiência metodológica. 1985. Dissertação (Mestrado em educação). – Faculdade de educação da UFMG, Belo Horizonte, 1985.

_______ . Didática teórica, didática prática. 7. ed. São Paulo, SP: Loyola, 2002.

MASETTO, Marcos T. Atividades pedagógicas no cotidiano da sala de aula universitária: reflexões e sugestões e reflexões práticas. In: CASTANHO, S. CASTANHO, M. E. (Org). Temas e textos e metodologia do ensino superior. Campinas, SP: Papirus, 2001.

MEIRIEU, Philippe. Aprender, sim... mas como? Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

PERRENOUD, Philippe. Avaliação: entre duas lógicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

________ . Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

________ . Novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

PERRENOUD, P. PAQUAY, L. ALTET, M. CHARLIE E. (org.). Formando professores profissionais. Porto Alegre: Artmed, 2001.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Revista Fac. Educ, São Paulo, v.22, n. 2, 1996.

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ. Plano Estratégico da PUCPR – Horizonte 1998 – 2010. Curitiba, 1998.

________ . Diretrizes para o ensino de graduação: o projeto pedagógico da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba: Champagnat, 2000.

ROMANOWSKI, Joana Paulin; WACHOWICZ, Lílian Anna. A avaliação formativa no Ensino Superior: que resistências manifestam os professores e os alunos? In: ANASTASIOU, Lea das Graças Camargos; PESSATE ALVES, Leonir. (Orgs.). Processos de ensinagem na Universidade: dos pressupostos às estratégias de trabalho em aula. Joinville: Editora da Univille, 2003.

SAVIANI, Dermeval. Os saberes implicados na formação do educador. In: SILVA JÜNIOR, Celestino Alves da. Formação do professor: dever do Estado, tarefa da universidade. São Paulo, SP: UNESP, 1996.

TARDIF, M. RAYMOND, D. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no

magistério. Educação & Sociedade, v. 21, n. 73, dez. 2000.

WACHOWICZ, Lílian Anna. A avaliação da aprendizagem escolar. In:

CASTANHO, Sérgio. CASTANHO, Maria Eugênia L.M. (Orgs.). O que há de

novo na educação superior: do projeto pedagógico à prática transformadora.Campinas, SP: Papirus, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v4i10.6461

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat