DESIGN THINKING, COGNIÇÃO E EDUCAÇÃO NO SÉCULO XXI

Vilson Martins Filho, Nina Rosa Cruz Gerges, Francisco Antonio Pereira Fialho

Resumo


O mundo, no século XXI, é constituído de constantes mudanças sociais em função do uso de tecnologias digitais. Tais mudanças exigem de nós, educadores, uma postura mais adaptativa nas relações pessoais e institucionais. Dentre elas, uma das relações mais fundamentais é relação entre instituição de ensino e disseminação de conhecimento. Sob a ótica cognitivista a respeito do conhecimento, o presente trabalho investiga por meio de revisão bibliográfica e apresentação de conceitos do padrão de competências para professores do século XXI em vista da sociedade do conhecimento, propostos pela Unesco, como os pressupostos metodológicos do design thinking nos auxiliam a usar o pensamento abdutivo como estratégia para mediação do processo de ensino-aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION. Information literacy competency standards for higher education . Chicago: ALA, 2000. Disponível em: . Acesso em: 21 jun. 2015.

BROWN, T.; WYAAT, J. Design thinking for social innovation. Stanford Social Innovation Review , v. 8, n. 1, Winter 2010. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2015.

FIALHO, F. A. P. Psicologia das atividades mentais : introdução às ciências da cognição. Florianópolis: Insular, 2011.

GUATTARI, F. As três ecologias . Campinas: Papirus, 1991.

GOLDMAN, S. R.; SCARDAMALIA, M. Managing, understanding, applying, and creating knowledge in the information age: next-generation challenges and opportunities. Cognition and Instruction , v. 31, n. 2, p. 255-269, 2013.

GILSTER, P. Digital literacy . New York: Wiley Computer, 1997. INSTITUTO EDUCADIGITAL. Design thinking para educadores . 2014. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2014.

MATURANA, H.; VARELA, F. J. De máquinas e seres vivos : autopoiese — a organização do vivo. 3. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

MORIN, E. Seven complex lessons in education for the future. Paris: Unesco, 1999.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança . 3. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1978.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants: part 1. On the horizon , v. 9, n. 5, p. 1-6, 2001.

SENGE, P. A quinta disciplina : arte e prática da organização que aprende. São Paulo: Best Seller, 1990.

UNESCO. Padrões de competências em TIC para professores : módulos de padrão de competências. Brasília: Unesco, 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2015.

VIANA, M. et al. Design thinking : inovaçã o em negócios. Rio de Janeiro: MJV Press, 2012.

WILSON, C. et al. Alfabetização midiática e informacional : currículo para formação de professores. Brasília: Unesco, UFTM, 2013. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2015.

YARZÁBAL, L. Consenso para el cambio en la educación superior . Caracas: Unesco, IESALC, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.15.045.AO01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat