A literatura infantil na formação de professores primários no Brasil: contribuições de Bárbara V. de Carvalho (1959) e Antônio D’Ávila (1961)

Fernando Rodrigues Oliveira, Thabatha Aline Trevisan

Resumo


Com o objetivo de contribuir para a compreensão de um importante momento da história da formação de professores e da história do ensino da literatura infantil no Brasil, focalizam-se aspectos da proposta para o ensino da literatura infantil nos cursos de formação de professores primários elaboradas por Bárbara Vasconcelos de Carvalho e contida em Compêndio de literatura infantil: para o 3° ano normal (1959), e por Antônio D’Ávila e contida em Literatura infanto-juvenil: de acordo com o programa das escolas normais (1961). Mediante abordagem histórica, centrada em pesquisa documental e bibliográfica, desenvolvida por meio da utilização dos procedimentos de localização, recuperação, reunião, seleção e ordenação de referências de textos de e sobre Bárbara V. de Carvalho e Antônio D’Ávila, e de bibliografia especializada sobre o tema, analisou-se a configuração textual dos manuais de ensino mencionados, que consistiu em enfocar os diferentes aspectos constitutivos de seus sentidos. Os resultados obtidos com essa análise têm propiciado constatar que esses manuais de ensino possibilitam compreender que seus autores contribuíram significativamente para a constituição de um conjunto de saberes relativos à literatura infantil considerados necessários à formação dos professores primários. 

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, L. Literatura infantil brasileira: ensaio de preliminares para a sua história e suas fontes. São Paulo: Melhoramentos, 1968.

CARVALHO, B. V. de. Compêndio da literatura infantil: para o 3° ano normal. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1959.

COELHO, N. N. Dicionário crítico da literatura infantil e juvenil brasileira.

São Paulo: Quíron, 1983.

D’ÁVILA, A. Literatura infanto-juvenil: de acordo com o programa das escolas normais. São Paulo: Editora do Brasil S/A, 1961. (Coleção Didática do Brasil. Série Normal).

D’ÁVILA, A. Bárbara Vasconcelos de Carvalho: a literatura infantil. São Paulo: O Anchieta, 1983.

LABEGALINI, A. C. F. B. A formação de professores alfabetizadores nos

Institutos de Educação do Estado de São Paulo (1933 a 1975). 2005. 315 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2005.

LAJOLO, M.; ZILBERMAN, R. Literatura infantil brasileira: história & histórias.6. ed. São Paulo: Ática, 2005.

LOURENÇO FILHO, M. B. Como aperfeiçoar a literatura infantil. Revista

Brasileira, Rio de Janeiro, v. 3, n. 7, p. 146-169, 1943.

MAGNANI, M. R. M. Entre a literatura e o ensino: um balanço das tematizações brasileiras (e assisenses) sobre literatura infantil e juvenil. Miscelânea, Assis, v. 3, p. 247-257, 1998.

MORTATTI, M. R. L. Os sentidos da alfabetização: São Paulo, 1876-1994. São Paulo: Ed. da UNESP, 2000.

MORTATTI, M. R. L. Literatura infantil e/ou juvenil: “a prima” pobre da pesquisa em Letras?. Revista Guavira Letras, Três Lagoas, n. 6, p. 43-52, 2008.

NAGLE, J. Educação e sociedade na Primeira República. São Paulo: EPU; Rio de Janeiro: Fundação Nacional de Material Escolar, 1976.

OLIVEIRA, F. R. Manuais de ensino de literatura infantil (1923-1991): autores, produção e circulação. 2009. 101 f. Monografia (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2009.

OLIVEIRA, F. R. O ensino da literatura infantil em Compêndio de literatura infantil: para o 3° ano normal (1959), de Bárbara Vasconcelos de Carvalho. 2010. 201 f. Texto para Exame Geral de Qualificação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010a.

OLIVEIRA, F. R. Bibliografia de e sobre Bárbara Vasconcelos de Carvalho: um instrumento de pesquisa. Marília, 2010b. Digitado.

SANTOS, L. J. Entrevista. Salvador, 2010. Digitado. Entrevista cedida a Fernando Rodrigues de Oliveira.

SILVA, V. B. da. História de leituras para professores: um estudo da produção e circulação de saberes especializados nos “manuais pedagógicos” brasileiros (1930-1971). 2001. 213 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

TREVISAN, T. A. Manuais de ensino para formação de professores primários: um instrumento de pesquisa. Marília: [s.n.], 2002.

TREVISAN, T. A. Um estudo sobre práticas escolares (1940), de Antônio

D’Ávila. 2003. 66 f. Monografia (Graduação em Pedagogia) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2003.

TREVISAN, T. A. O ensino da leitura e escrita segundo Antônio D’Ávila: práticas escolares (1940). Revista Brasileira de História da Educação, Campinas, n. 20, p. 165-191, 2009a.

TREVISAN, T. A. O cultivo de valores exemplares: “Galeria dos patronos de escolas”, de Antônio D’Ávila (1980-1989). História da Educação, Pelotas, v. 13, n. 27, p. 191-209, 2009b.

TREVISAN, T. A. Bibliografia de e sobre Antônio D’Ávila: um instrumento de pesquisa. Marília: [s.n.], 2006.

TREVISAN, T. A. A Pedagogia por meio de pedagogia: teoria e prática (1954), de Antônio D’Ávila. 2007. 165 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.6091

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat