Professores alfabetizadores: estudo sobre elementos do desenvolvimento profissional

Liliamar Hoça, Joana Paulin Romanowski, Simone Regina Manosso Cartaxo

Resumo


O texto tem o propósito de indicar os elementos que caracterizam o desenvolvimento profissional dos professores alfabetizadores. Focaliza a análise sobre tempos e espaços de vida profissional e pessoal desses professores, considerando acontecimentos e aprendizagens, necessidades e expectativas, ao longo da carreira. A metodologia de estudo é de abordagem qualitativa, considerando como fonte de dados os depoimentos de professores alfabetizadores de um município da região metropolitana de Curitiba. Para a análise foram observados os momentos e acontecimentos “charneira” (JOSSO, 2004), a partir do que dizem os professores alfabetizadores sobre a inserção profissional e continuidade como alfabetizadoras. O estudo aponta o ingresso como professor alfabetizador, a formação durante a prática pedagógica, a formação continuada e as condições de trabalho como elementos, momentos e espaços fundamentais na constituição do desenvolvimento profissional. Os resultados, ainda, indicam que o desenvolvimento profissional nasce, em um primeiro momento das incertezas, e se intensifica com a estabilidade na prática alfabetizadora, favorecendo a continuidade para tornar-se professor alfabetizador.

Texto completo:

PDF

Referências


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2007.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação : uma introduçãoà teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CAMPBELL, A. Teachers’ research and professional development in England:some questions, issues and concerns. Journal of In-Service Education , v. 29, n.3, p. 375-388, set. 2007. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2016.

CANÁRIO, R. Formação e desenvolvimento profissional dos professores. In: CONFERÊNCIA DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES PARA A QUALIDADE E PARA A EQUIDADE DA APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA, 2007, Lisboa. Anais ... Lisboa: Ministério da Educação/Direção-Geral dos Recursos Humanos da Educação, 2007. p. 133-148.

CARTAXO, S. R. M. Formação continuada do professor alfabetizador : abordagens, processos e práticas. 2009. 149 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2009.

COSTA, M. R. Avaliação do desempenho docente no ensino médio: caminho para odesenvolvimento profissional? Contrapontos , v. 7, n. 1, p. 107-127, jan./abr. 2007.Disponível em:. Acesso em: 09 out. 2016.

DAY, C. Desenvolvimento profissional de professores : os desafios da aprendizagempermanente. Porto: Porto Editora, 2001.

DESIMONE, L. M. Improving impact studies of teachers’ professional development: toward better conceptualizations and measures. Educational Researcher , v. 38, n. 3, p. 181-199, abr. 2009.

GONÇALVES, J. A. M. A carreira das professoras do ensino primário. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores . Porto: Porto Editora, 1995. p. 141-169.

GONTIJO, C. M. M. A escrita infantil . São Paulo: Cortez, 2008.

GONTIJO, C. M. M. Alfabetização : políticas mundiais e movimentos nacionais. Campinas: Editora Autores Associados, 2014.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores . Porto: Porto Editora, 1995. p. 31-61.

JOSSO, M. C. Experiências de vida e formação . São Paulo: Cortez, 2004.

KLEIMAN, A. B. Modelos de letramento e as práticas de alfabetização na escola. In: KLEIMAN, A. (Org.). Os significados do letramento : uma nova perspectiva sobre a prática social da escrita. Campinas: Mercado de Letras, 1995. p. 15-61.

MARCELO, C. Formação de professores : para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

MARCELO, C. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo. Revista de Ciências da Educação , n. 8, p. 7-22, jan./abr. 2009.

MARTINS, P. L. O. A didática e as contradições da prática . Campinas: Papirus, 1998.

MARTINS, P. L. O. O campo da Didática: expressão das contradições da prática. In: EGGERT, E.; TRAVERSINI, C.; PERES, E.; BONIN, I. (Orgs.). Trajetórias e processos de ensinar e aprender : didática e formação de professores. 1. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2008. p. 585-601.

MORTATTI, M. R. L. Os sentidos da alfabetização . São Paulo: Unesp, 2000.

ROMANOWSKI, J. P.; MARTINS, P. L. O. Formação continuada: contribuições para o desenvolvimento profissional dos professores. Revista Diálogo Educacional , v. 10, n. 30, p. 285-300, 2010.

SOARES, M. Letramento : um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Ceale/ Autêntica, 1998.

SOARES, M. Letramento e escolarização. In: RIBEIRO, V. M. (Org.). Letramento no Brasil : reflexões a partir do INAF. São Paulo: Global, 2004. p. 89-113.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2010.

VAILLANT, D.; MARCELO GARCIA, C. Ensinado a ensinar : as quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Ed. UTFPR, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.16.050.DS07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat