Ser Professor Formador de Professores a Distância: perspectivas constitutivas

Liliane Campos Machado

Resumo


Este artigo resulta de pesquisa desenvolvida no estágio de pós doutoramento e tem como temática a formação dos professores formadores de professores, em cursos ofertados na modalidade de Educação a Distância. Objetivo investigar a percepção dos professores sobre a formação que receberam para formar professores por meio do ensino a distância. A nossa questão norteadora foi: Qual a percepção dos professores sobre a formação que receberam para formar professores por meio do ensino a distância? Que saberes, que currículos e que experiências eles possuem, estando na condição de formadores no curso de Pedagogia a distância da UAB/Unimontes? Adotamos uma metodologia quanti-qualitativa, a partir da análise de conteúdo. Os principais achados da pesquisa em relação ao professor que atua no curso de Pedagogia a distância da UAB/Unimontes foram: temos um professor na faixa etária entre quarenta e cinquenta. Os professores se formaram para atuar na EaD a maioria em cursos de extensão. Todos quando iniciaram o trabalho na UAB/Unimontes já tinham alguma experiência com a EaD embora muitos admitam que estão aprendendo muito ao desenvolver trabalho. Eles são otimistas com relação às novas tecnologias. Acreditamos que a qualificação do trabalho docente, na modalidade de EaD, só ocorrerá se o profissional tiver consciência de que essa modalidade de ensino não é uma nova roupagem ao ensino presencial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416x.17.051.ao06

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat