A documentação da Câmara dos Deputados: fonte para a história da instrução no Império (1826-1834)

Juarez José Tuchinski dos Anjos

Resumo


Adotando os procedimentos metodológicos da teorização de fontes (FARIA FILHO, 1997a; NUNES, 2005) e dialogando com a historiografia da educação imperial, o artigo tem por objetivo identificar e apontar as características e possibilidades da documentação existente no Arquivo Histórico da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), com vistas à produção de fontes para o estudo da história da instrução elementar no Brasil Império. Detêm-se cronologicamente nos anos de 1826 a 1834, fase da centralização do ensino elementar imperial. As conclusões apontam para a hipótese de que da documentação custodiada no Arquivo Histórico da Câmara dos Deputados emerge um duplo testemunho para a pesquisa sobre a história da escolarização no Império: de uma parte, as diferentes atitudes políticas em torno da escola e da escolarização da infância no país, mediadas por agentes políticos designados representantes da nação; de outra parte, a partir das referências aos contextos concretos vivenciados no país à época — particularmente de professores e outras pessoas envolvidas diretamente com o mundo da escola —, sentidos e significados sobre a história da educação na fase da centralização do ensino elementar, pouco observados até o momento, mas que podem vir a ser mais bem evidenciados pelo estudo do tipo de escola e escolarização que ali se vinha produzindo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.19.061.AO09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat