Mapeamento da produção científica brasileira a respeito do Enem (1998-2011)

Fabiele Cristiane Dias Broietti, Ourides Santin Filho, Marinez Meneghello Passos

Resumo


Este artigo traz os resultados de um mapeamento da produção científica brasileira, referente ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), expressa nas dissertações de mestrado e teses de doutorado produzidas desde a primeira aplicação deste exame, em 1998. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, sobre a qual são feitas considerações de natureza qualitativa. Realizou-se um levantamento bibliográfico da produção e sua seleção, sistematização de informações e organização dos resultados com base nas técnicas da Análise Documental. Levamos em conta na análise os anos de publicação das produções; as áreas de conhecimento a que pertencem; as regiões do país onde estão geograficamente concentradas e àquelas que estão relacionadas à área de Ciências da Natureza. O estudo indicou que o Enem tem sido importante objeto de investigação e que os pesquisadores que o colocam em suas pautas de pesquisa buscam diversas compreensões sobre este Exame.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, A. R. Propostas teórico-metodológicas do Enem: relações entre o enfoque CTS/ CTSA e o discurso de professores acerca da prática docente. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

AMAURO, N. Q. Caracterização do nível de compreensão do conhecimento químico solicitado dos alunos egressos do ensino médio brasileiro. Dissertação (Mestrado em Físico-Química) — Universidade de São Paulo, São Carlos, 2004.

ANDRADE, D. F.; TAVARES, H. R.; VALLE, R. C. Teoria de Resposta ao Item: conceitos e aplicações. São Paulo: Associação Brasileira de Estatística, 2000.

BARROS, C. O. de. Discursos escolares sobre o ciclo do carbono. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) —Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

BECKER, F. R. Avaliação educacional em larga escala: a experiência brasileira. Revista Iberoamericana de Educación/Revista Ibero-americana de Educação, v. 53, n. 1, 2010. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CEB n. 3, de 26 de junho de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 5 ago. 1998. Seção 1, p. 21.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2014.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Educação Básica (SEB), Departamento de Políticas de Ensino Médio. Orientações curriculares para o Ensino Médio. Brasília: MEC; SEB, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC), Secretaria de Educação Média e

Tecnológica (Semtec). Parâmetros curriculares nacionais para o Ensino Médio. Brasília: MEC/Semtec, 2000.

BRASIL. Portaria Normativa n. 4, de 11 de fevereiro de 2010. Dispõe sobre certificação de conclusão do ensino médio ou declaração de proficiência com base no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem. Diário Oficial [da] União, Brasília, DF, 12 fev. 2010. Seção 1, p. 28.

CAVALCANTE, C. A. M. Os conceitos de habilidades e competências do Novo Enem e a percepção pedagógica dos professores de biologia. Dissertação (Mestrado profissionalizante em Ensino de Ciências e Matemática) — Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.

FERNADES, C. S.O Exame Nacional do Ensino Médio e a educação química: em busca da contextualização. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) — Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

FERNANDES, R. Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Brasília: MEC/Inep, 2007.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação & Sociedade, v. 23, n. 79, 2002.

FERREIRA, S. D. Análise das questões do Enem da área de Ciências da natureza pelo enfoque CTS. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

GALVÃO, D. M. Textualização do tema “Mudanças climáticas globais” em questões do Enem na perspectiva das geociências. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) — Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

GATTI, B. A. Avaliação de sistemas educacionais no Brasil. Sísifo: Revista de ciências da Educação, n. 9, p. 7-18, maio/ago. 2009.

KLEIN, R. Utilização da Teoria de Resposta ao Item no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Revista Meta: Avaliação, v. 1, n. 2, p. 125- 140, maio/ago. 2009.

KLEIN, R.; FONTANIVE, N. S. Avaliação em larga escala: uma proposta inovadora. Em Aberto, v. 15, n. 66, abr./jun. 1995.

MASCIO, C. C. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem): articulações entre a Educação, Ciência, Tecnologia e Sociedade e a proposta nacional para o Ensino de Química. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.

NUNES, L. B. Ambientalização e ensino médio: um estudo das provas do novo Enem – 2009. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

PEIXOTO, K. C. Q. C. Avaliação dos dados do Enem (2005, 2006) do município de Campos dos Goytacazes – RJ: impacto no cotidiano escolar. Dissertação (Mestrado em Física) — Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Campos dos Goytacazes, 2008.

RABELO, M. L. Análise comparativa dos processos de avaliação educacional em larga escala. COLÓQUIO DE MATEMÁTICA DA REGIÃO CENTRO-OESTE, 2., 2011, Cuiabá. Anais... Cuiabá: Universidade Federal do Mato Grosso 2011.

ROMANOWSKI, J.; ENS, R. As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte” em Educação. Diálogo Educacional, v.6, n. 19, p. 37-50, set./dez. 2006.

SANTOS, J. S. dos. Avaliação dos conteúdos de Biologia Celular no Ensino Médio: estudo de caso sobre a prática docente e sua relação com exames de ingresso no Ensino Superior. Dissertação (Mestrado em Ensino) — Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

SILVA, M. A. J. Aprender para a vida ou para o vestibular? O analfabetismo científico e a construção social de conceitos biológicos entre estudantes de cursos pré-vestibulares comunitários. Tese (Doutorado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica

do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

SOUZA, E. R. de. Leituras, limites e possibilidades de gráficos do Enem no contexto do aquecimento global e das mudanças climáticas. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) — Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2010.

VIANNA, H. M. Avaliações nacionais em larga escala: análises e propostas. Revista Estudos em Avaliação Educacional, n. 27, p. 41-76, jan./jul. 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.14.041.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat