Formação e ferramentas colaborativas para a docência na web social

José António Moreira, Angélica Maria Reis Monteiro

Resumo


A aprendizagem em rede e as potencialidades do software social trouxeram novos e estimulantes desafios para os sistemas educativos e para seus profissionais. Um dos principais desafios prende-se com a necessidade de conceber uma “nova” didática para a docência na web social, que deve basear-se não só nos conhecimentos científico, tecnológico, curricular e pedagógico, mas também num conhecimento científico e pedagógico da tecnologia que permita planear, conceber e utilizar ferramentas digitais no processo de ensino- aprendizagem de forma eficaz. Neste sentido, o presente artigo analisa a questão da formação de professores para a docência na web social, apresentando algumas ferramentas de colaboração e partilha da Web 2.0. Finalizamos este texto destacando que ensinar e aprender nessa escola digital aberta, recorrendo a ferramentas da Web 2.0, é, sem dúvida, um desafio aliciante, mas, ao mesmo tempo, muito exigente. Aliciante, porque a grande diversidade de tecnologias digitais, cada vez mais interativas, permitem aos professores e aos estudantes criar e partilhar conteúdos; e exigente, porque implica o reforço permanente das competências dos professores na área das tecnologias.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEGRETTI, S. et al. Aprendizagem nas redes sociais virtuais: o potencial da conectividade em dois cenários. Revista Contemporaneidade, Educação e Tecnologia, v. 1, n. 2, p. 54-60, 2012.

BASSO, M. et al. Redes sociais: espaço de aprendizagem digital cooperativo. Conjectura: Filosofia e Educação, v. 18, n. 1, p. 135-149, 2013.

CASANOVA, D. Conceptualização de um personal academic environment (PAE).In: VI CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE TIC NA EDUCAÇÃO, 6., 2009, Braga. Atas... Braga: Universidade do Minho, 2009. p. 109-120.

CORREIA, M.; EIRAS, B. Novos mundos ao mundo irão mostrando: bibliotecários em mundos virtuais. 2011. Disponível em:.Acesso em: 20 jun. 2012.

DIAS, P.; OSÓRIO, A. Apresentação. In: DIAS, P.; OSÓRIO, A. (Org.). Aprendizagem (in)formal na web social. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho, 2011. p. 5-10.

DOWNES, S. Semantic networks and social networks. The Learning Organization, v. 12, n. 5, p. 411-417, 2005.

KOEHLER, M. J.; MISHRA, P. What is technological pedagogical content knowledge? Contemporary Issues in Technology and Teacher Education, v. 9, n. 1, p. 60-70, 2009.

LISBOA, E.; COUTINHO, C. Informal learning in social networks: a study of the Orkut social network. Issues in Educational Research, v. 21, n. 2, p.162-174, 2012.

MATTAR, J. Web 2.0 e redes sociais na educação. São Paulo: Artesanato Educacional, 2013.

MISHRA, P.; KOEHLER, M. L. Technological Pedagogical Content Knowledge: a framework for teacher knowledge. Teachers College Record, v. 108, n. 6, p. 1017-1054, 2006.

MONTEIRO, A.; MOREIRA, J. A. O blended learning e a integração de sujeitos, tecnologias, modelos e estratégias de ensino-aprendizagem. In: MONTEIRO, A. et al. (Coord.). Blended learning em contexto educativo: perspetivas teóricas e práticas de investigação. Santo Tirso: De Facto Editores, 2012. p. 33-58.

MOREIRA, J. A.; FERREIRA, A. G.; ALMEIDA, A. C. Comparing communities of inquiry in higher education students: one for all or one for each? Open Praxis, v. 5, n. 2, p. 165-178, 2013.

MOREIRA, J. A.; BARROS, D.; MONTEIRO, A. Apresentação. In: MOREIRA, J.A.; BARROS, D.; MONTEIRO, A. (Org.). Educação a distância e eLearning na web social. Santo Tirso: White Books, 2014. p. 17-22.

MOREIRA, J. A.; JANUÁRIO, S.; MONTEIRO, A. Educar na (sociedade em) rede social. In: MOREIRA, J. A.; BARROS, D.; MONTEIRO, A. (Org.). Educação a distância e eLearning na web social. Santo Tirso: White Books, 2014. p. 23-38.

OKADA, A. Competências-chave para coaprendizagem na era digital: fundamentos,métodos e aplicações. Santo Tirso: White Books, 2014.

O’REILLY, T. What is Web 2.0: design patterns and business models for the next generation of software. 2005. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2014.

ROWAN, B. et al. Measuring teachers’ pedagogical content knowledge in surveys:an exploratory study. 2001. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2015.

SANTOS, N.; MONTEIRO, A. O QR code nas bibliotecas escolares. In:

ENCONTRO SOBRE JOGOS E MOBILE LEARNING, 2012, Coimbra. Atas…

Coimbra: Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, 2012. p. 166-174.

SELWIN, N. Em defesa da diferença digital: uma abordagem crítica sobre os desafios curriculares da web 2.0. In: DIAS, P.; OSÓRIO, A. (Org.). Aprendizagem (in)formal na web social. Braga: Centro de Competência da Universidade do Minho, 2011. p. 35-62.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: foundations of the new reform.

Harvard Educational Review, v. 57, n. 1, p. 1-22, 1987.

SMITH, F. Joining the literacy club: further essays into education. Portsmouth:Heinemann, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.15.045.DS01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat