Saberes da prática na formação: representações sociais de alunas de Pedagogia

Márcia Gentile, Rita de Cássia Pereira Lima Pereira Lima, Tarso Mazzotti

Resumo


O objetivo do trabalho é investigar representações sociais de alunos de Pedagogia sobre saberes da prática. Fundamenta-se na teoria moscoviciana das representações sociais e em estudos no campo da formação de professores. A pesquisa foi realizada com 34 alunos do último ano de Pedagogia, 10 de uma universidade privada e 24 de uma universidade pública do estado do Rio de Janeiro. Foram realizados quatro grupos focais, dois em cada universidade. Para provocar discussões nos grupos utilizou-se como recurso inicial um texto com estilo de reportagem que descrevia uma experiência de formação em serviço. A análise do material apoiou-se na análise de conteúdo temática. Os resultados revelam três temas articulados: relação teoria e prática, saberes da prática, e expectativas sobre o curso de Pedagogia. Os resultados mostram um núcleo figurativo das representações sociais dos alunos sobre saberes da prática que destaca a dissociação entre teoria e prática na formação. Esse sentido pode ser condensado por uma metonímia observada na análise do material: “um palco onde se encena uma peça em que o professor é o ator”. No “palco” em que seria portador da teoria necessária para “encenar” o professor faz uma “adaptação” às diferentes realidades escolares e aos diversos públicos de alunos. Assim o professor-ator encena sua prática e a cada dia o “espetáculo” pode ser diferente, dependendo do “cenário” e do “público”. Ao “adaptar” e “encenar’ o professor vai construindo os “saberes da prática” em seu cotidiano de trabalho”, que tende a se afastar do conhecimento científico adquirido na formação.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, M. A. da S. et al. Diretrizes curriculares do curso de Pedagogia no Brasil: disputas de projetos no campo da formação do profissional da educação. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96, p. 819-842, 2006.

ALMEIDA, P. C. A. de; BIAJONE, J. Saberes docentes e formação inicial de professores: implicações e desafios para as propostas de formação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 281-295, 2007.

ALVES-MAZZOTTI, A. L.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 2000.

ANDRADE, R. R. M. de. Pesquisa sobre formação de professores: uma comparação entre os anos 90 e 2000. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 30., 2007, Caxambu. Anais... Caxambu: ANPED, 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2008.

ANDRÉ, M. et al . Estado da arte da formação de professores no Brasil. Educação & Sociedade, Campinas, v. 20, n. 68, 1999. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2009.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia. Resolução CNE/CP n. 1, fundamentada no Parecer CNE/CP 3, de 21 de fevereiro de 2006. Reexame do parecer CNE/CP n. 5/2005, que trata das Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de Pedagogia. Brasília, DF, 21 fev. 2006. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2009.

DUARTE, N. Conhecimento tácito e conhecimento escolar na formação de professores (Por que Donald Schön não entendeu Luria). Educação & Sociedade, Campinas, v. 24, n. 83, p. 601-625, 2003.

DURHAM, E. R. Um passo atrás com as Novas Diretrizes Curriculares para o Curso de Pedagogia. O Estado de S. Paulo, Caderno A, p. 2, 6 out. 2006.

GAUTHIER, C. et al. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: UNIJUÍ, 1998.

LESSARD, C. A universidade e a formação profissional dos docentes: novos questionamentos. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 94, p. 201-227, 2006.

LELIS, I. A. Do ensino de conteúdos aos saberes do professor: mudança de idioma pedagógico? Educação & Sociedade, Campinas, v. 22, n. 74, 2001. Disponível em:

. Acesso em: 20 fev. 2009.

LIBÂNEO, J. C. Diretrizes curriculares da Pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Educação & Sociedade, Campinas, v. 27, n. 96, p. 843-876, 2006.

FRANCO, M. A. S.; LIBÂNEO, J. C.; PIMENTA, S. G. Elementos para a formulação de Diretrizes Curriculares para o curso de Pedagogia. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 130, p. 63-97, 2007.

JODELET, D. Representações sociais: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). As representações sociais. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2001. p. 17-44.

LIMA, L. de O. Treinamento do professor primário: uma nova concepção da escola normal. Belo Horizonte: Editora do Professor, 1966.

MADEIRA, M. Representações sociais e educação: importância teórico-metodológica de uma relação. In: MOREIRA, A. S. P. (Org.). Representações sociais: teoria e prática. João Pessoa: Editora Universitária, 2001. p. 123-146.

MAZZOTTI, T. Investigando os núcleos figurativos como metáforas. JORNADA INTERNACIONAL SOBRE REPRESENTAÇÕES SOCIAIS, 1., 1998, Natal. Anais... Natal: Jornada Internacional sobre Representações Sociais, 1998. p. 1-8. Disponível em: . Acesso em: 9 nov. 2010.

MAZZOTTI, T. Doutrinas pedagógicas: máquinas produtoras de litígios. Marília: Poïesis, 2008.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2003.

PERRENOUD, P. A prática reflexiva no ofício do professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artes Médicas, 2002.

RIZZINI, I.; CASTRO, M. R. de; SARTOR, C. D. Pesquisando: guia de metodologia de pesquisa para programas sociais. Rio de Janeiro: CESPI/USU; Editora Universidade Santa Úrsula, 1999. Série Banco de Dados - 6, CESPI/USU.

SAVIANI, D. Pedagogia: o espaço da educação na universidade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, n. 130, p. 99-134, 2007.]

SCHÖN, D. A. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

SHULMAN, L. S. The wisdom of practice: essays on teaching and learning to teach. San Francisco: Jossey-Bass, 2004.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v11i33.4312

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat