EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO ENSINO SUPERIOR: UMA POSSIBILIDADE CONCRETA DE INCLUSÃO SOCIAL

Maria Cristina Lima Paniago Lopes, Blanca Martín Salvago, Jeferson Pistori, Arlinda Cantero Dorsa, Déa Terezinha Rímoli de Almeida

Resumo


Neste artigo discutimos a inclusão social e a educação superior a distância. Para isso, partimos de algumas definições de Educação a Distância (EAD); em seguida, traçamos um breve histórico da EAD, suas bases legais no Brasil e seus indicadores de qualidade; por fim, apresentamos alguns modelos usados no Ensino Superior a Distância, destacando como uma instituição universitária particular, que oferece cursos de graduação a distância, contribui para a inclusão social. Concluímos que, no início, a Educação a Distância era vista como algo totalmente desvinculado da educação presencial. Porém, hoje, estamos assistindo a uma aproximação no sentido de uma contribuição mútua. Ao invés de ser vista como uma rival, a EAD traz novas possibilidades de comunicação e informação, além de fazer com que repensemos nossas práticas. Portanto, as duas modalidades podem conviver em harmonia, aproveitando o que de melhor cada uma oferece.

Texto completo:

PDF

Referências


ANUÁRIO BRASILEIRO ESTATÍSTICO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA – ABRAEAD. São Paulo: Instituto Monitor, 2006.

ALMEIDA, O. C. de S. de. Gestão do ensino superior à distância: uma proposta de análise do modelo da Universidade Aberta do Brasil. 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2009.

ALVES, J. R. M. Educação à distância e as novas tecnologias de informação e aprendizagem. 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2006.

BELLONI, M. L. Educação à distância. Campinas: Autores Associados, 1999.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. p. 27833. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2009.

______. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 20 dez. 2005. Disponível em: .Acesso em: 11 dez. 2008.

______. Referenciais de qualidade para cursos a distância. 2003. Disponível em: . Acesso em: 20 jul. 2009.

PERRY, W.; RUMBLE, G. A short guide to distance education. Cambridge: International Extension College, 1987.

HOLMBERG, B. Educación a distancia: situación y perspectivas. Buenos Aires: Kapeluz, 1985.

MORAN, J. M. O que é educação à distância. 1994. Disponível em: . Acesso em: 2 ago. 2006.

______. Contribuições para uma pedagogia da educação online. In: SILVA, M. (Org.). Educação online. São Paulo: Loyola, 2003.

______. Tendências da educação online no Brasil. 2005a.Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2006. MOTA, R.; CHAVES FILHO, H. Educação transformadora e inclusiva. 2005. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2006.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v10i29.3088

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat