Formação educacional e redes de sociabilidade intelectual de Eudésia Vieira na Paraíba (Século XX)

Amanda Sousa Galvíncio, Jean Carlo de Carvallho Costa

Resumo


A educação feminina na transição do século XIX para século XX no Brasil era precária. Desse modo, a inserção das mulheres no debate público foi tardia e, muitas vezes, secundarizada. O objetivo desta investigação é entender como se deu o processo de formação educacional, além dos deslocamentos nos espaços de sociabilidade intelectual de Eudésia Vieira, nas primeiras décadas do século XX, no estado da Paraíba. Com isso, pretende-se também ampliar esta compreensão para além da narrativa individual, buscando tecer paralelos com outras trajetórias femininas do mesmo período, a identificando de modo geracional. Para tanto, as fontes utilizadas foram, prioritariamente, escritos biográficos e (auto)biográfico, com o objetivo de localizar a personagem no emaranhado das teias sociais da sua trajetória. Por um lado, os textos biográficos se inserem numa tradição narrativa que busca capturar e enaltecer o/a biografado/a. Por outro lado, os escritos (auto)biográficos trazem lances revelados pelo/a protagonista da vida narrada. É possível identificar que houve forte ligação da religião com os preceitos educacionais das mulheres nesta época, o que, de certa forma, foi incorporado nos repertórios e na forma de legitimação social de uma geração de mulheres intelectualizadas no Brasil nesse período.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.20.067.DS05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat