Saberes geométricos e o método analítico no final do século XIX

Maria Célia Leme da Silva*

Resumo


A presente investigação examina propostas de ensino de saberes geométricos para o curso primário no final do século XIX. De um lado, a adoção do método intuitivo significa o marco da renovação pedagógica do período e de outra parte, o método analítico é igualmente difundido no período, em especial para o ensino da leitura. Analisa-se o manual de ensino Primeiras lições de coisas de Calkins, traduzido por Rui Barbosa em 1886 e os artigos publicados na revista A Eschola Publica de 1896 e 1897, assinados por Oscar Thompson e Gomes Cardim. Busca-se responder: Como os saberes geométricos se apresentam nas respectivas propostas intuitivas no que diz respeito ao método analítico/sintético? O estudo conclui que Oscar Thompson adapta e traduz o manual norte americano em que se evidência a presença do método analítico, Gomes Cardim propõe lições de geometria com o método sintético e uma terceira posição de Calkins em seu manual, recomendando e enfatizando processos analítico e sintético simultaneamente.


Texto completo:

PDF

Referências


A ESCHOLA PUBLICA. Ensaio de Pedagogia Pratica . São Paulo: Typografia Paulista, 1895.

A ESCHOLA PUBLICA. São Paulo, SP: Typ. da Industrial de São Paulo , ano 2, n. 8, dez.1897. Disponível em: Acesso em: 20 jan. 2015.

BASTOS, M. H. C. Ferdinand Buisson no Brasil – Pistas, vestígios e sinais de suas idéias pedagógicas (1870-1900). História da Educação . Pelotas, v. 4, n. 8 , set. 2000, p. 79-109.

CALKINS, N. A. Primeiras lições de coisas . Rio de janeiro: Ministério da Educação e Saúde, Obras completas de Rui Barbosa, v. 13, tomo 1, 1950.

CHERVEL, A. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação . Porto Alegre, n. 2, p. 177-229, 1990.

LEME DA SILVA, M. C.; VALENTE, W. R. (Org.). A geometria nos primeiros anos escolares: História e perspectivas atuais. Campinas: Papirus, 2014.

LEME DA SILVA, M. C. Caminhos da pesquisa, caminhos pelos saberes elementares geométricos: a busca da historicidade da prática nos estudos de educação matemática no Brasil. In: VALENTE, W. R.(Org.) Prática. Cadernos de Trabalho . São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015.

MORTATTI, M. R. L. Os sentidos da alfabetização : São Paulo / 1876-1994. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

MORTATTI, M. R. L.; FRADE, I. C. A. S. (Org.). História do ensino de leitura e escrita: métodos e material didático . São Paulo: Editora UNESP, 2014a.

MORTATTI, M. R. L. Alfabetização e seus sentidos : o que sabemos, fazemos e queremos? São Paulo: Editora UNESP, 2014b.

PINTO, A. A. Contribuições da imprensa periódica especializada para os estudos em História da Educação: a revista A Eschola Publica e as disputas pela hegemonia do campo educacional paulista (1893-1897). Fronteiras . Dourados, v.10, n.18, p. 95-118, jul./dez. 2008.

SIQUEIRA FILHO, M. G. Os programas de Ensino Primário de Arithmetica, Desenho e Geometria nos Entremeios das Décadas de 1908 e 1928: a passagem de Gomes Cardim pelo Espírito Santo e a incorporação de suas intencionalidades. In: COSTA, D. C.; VALENTE, W. R. (Org.). Saberes matemáticos no curso primário : o que, como e por que ensinar? São Paulo: Editora Livraria da Física, p. 37-61, 2014.

SOUZA, R. F. Alicerces da Pátria: História da escola primária no estado de São Paulo (1890-1976). Campinas: Mercado de Letras, 2009.

SOUZA, R. F. As escolas públicas paulistas na Primeira República: subsídios para a história comparada da escola primária no Brasil. In: ARAÚJO, J. C. S.; SOUZA, R. F. e PINTO, R. N. (Orgs) Escola Primária na Primeira República (1889-1930): subsídios para uma história comparada. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, p.23-77, 2012.

TROUVÉ, A. La notion de savoirélémentaire à l’école. Paris: L’Harmattan, 2008.

VALENTE, W. R. Saberes elementares matemáticos. In: VALENTE, W. R. (Org.). Elementar. Cadernos de Trabalho. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2015a.

VALENTE, W. R. Como ensinar matemática no curso primário? Uma questão de conteúdos e métodos, 1890-1930. Perspectivas da Educação Matemática. Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), vol. 8, n.7, 2015b.




DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.16.048.DS02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat