Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas

Dilmeire Sant’Anna Ramos Vosgerau, Joana Paulin Romanowski

Resumo


Este artigo tem por finalidade analisar as diferentes denominações e encaminhamentos utilizados para os estudos que mapeiam campos de estudo, bem como avaliam e sintetizam resultados pesquisas apontando alguns indicativos metodológicos. Os estudos utilizados esta análise foram selecionados a partir da base de periódicos da Capes. Foram considerados na análise artigos oriundos prioritariamente do campo educacional, contudo buscou-se alguns artigos no campo de saúde visto que a origem destes tipo de estudo se deu inicialmente neste campo, portanto, muitos estudos apresentam um detalhamento e uma especificação metodológica mais clara que nos permitiu melhor caracterizar cada uma das denominações. Este trabalho permitiu com que observássemos a existência de diversas nomenclaturas para o mesmo tipo de estudo, algumas vezes em uma mesma área; também pudemos constatar que diversos softwares são utilizados para instrumentar o pesquisador na realização deste tipo de investigação, contudo o valor e a credibilidade do estudo depende fundamentalmente da transparência e do rigor metodológico empreendido pelo pesquisador.

Texto completo:

PDF

Referências


AHN, S.; AMES, A. J.; MYERS, N. D. A Review of meta-analyses in education: methodological strengths and weaknesses. Review of Educational Research, v. 82, n. 4, p. 436-476, 2012.

ALVES-MAZZOTTI, A. J. A “revisão bibliográfica” em teses e dissertações: meus tipos inesquecíveis – o retorno. In: BIANCHETTI, L.; MACHADO, A. M. N. (Org.). A bússula do escrever: desafios e estratégias na orientação de teses e dissertações. São Paulo: Cortez, 2002. p. 25-44

ANDRÉ, M. D. A jovem pesquisa educacional brasileira. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 11-24, set./dez. 2006.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

BARRETO, R. G. (Coord.). Educação e tecnologia (1996-2002). Brasília: MEC; Inep, 2006.

BAZELEY, P. Qualitative Data Analysis with Nvivo. 2nd ed. London: Sage

Publication, 2007.

BRANDÃO, Z.; BAETA, A. M. B.; ROCHA, A. D. C. Evasão e repetência no Brasil: a escola em questão. 2. ed. Rio de Janeiro: Dois Pontos, 1986.

BUFREM, L.; PRATES, Y. O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ciência da Informação, v. 34, n. 2, maio/ago. 2005. Disponível em:. Acesso em: 6 nov. 2013.

CAMPBELL Collaboration. 2013. Disponível em . Acesso em: 10 out. 2013.

CATALÁ-LOPEZ, F. et al. Coauthorship and institutional collaborations on

cost-effectiveness analyses: a systematic network analysis. PLoS ONE, v. 7, n. 5, e38012, 2012.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

COBO, M. J. et al. Science mapping software tools: review, analysis, and cooperative study among tools. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 62, v. 7, p. 1382-1402, 2011.

COSTA, S. T. G. O imaginário do professor sobre o uso das tecnologias educativas: pressupostos para uma proposta de formação. 2010. 255 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2010 Disponível em: . Acesso em: 9 jun. 2011

D’AGOSTINO, J. V.; POWERS, S. J. Predicting teacher performance with test scores and grade point average: a meta-analysis. American Educational Research Journal, v. 46, n. 1, p. 146-182, 2009.

DAVIES, P. Revisões sistemáticas e a Campbell Collaboration. In: THOMAS, G. et al. Educação baseada em evidências: atualização dos achados científicos para a qualificação da prática pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 31-43.

DEPAEPE, F.; VERSCHAFFEL, L.; KELCHTERMANS, G. Pedagogical content

knowledge: a systematic review of the way in which the concept has pervaded mathematics educational research. Teaching and Teacher Education, v. 34, p. 12-25, 2013.

DIAS, A. T. T. Pesquisando a relação família-escola: o que revelam as teses e dissertações dos programas de pós-graduação brasileiros. 2009. 219 f. Tese (Doutorado em Educação Escolar) – Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 jul. 2013.

ELIAS, C. S. et al. Quando chega o fim? Uma revisão narrativa sobre terminalidade do período escolar para alunos deficientes mentais. SMAD: Revista Electrónica en Salud Mental, Alcohol y Drogas, v. 8, n. 1, p. 48-53, 2012.

FRANÇA, C. L.; MATTA, K. W.; ALVES, E. D. Psicologia e educação a distância: uma revisão bibliográfica. Psicologia: Ciência & Profissão, v. 32, n. 1, p. 4-15, 2012.

FRIESE, S. Qualitative data analysis with Atlas.ti. London: Sage Publications, 2012.

GLASS, G. V. Primary, secondary and meta-analysis of research. American Educational Research Association, v. 5, n. 10, 3-8, 1976.

MARSH, M. W. et al. Gender effects in the peer reviews of grant proposals: a comprehensive meta-analysis comparing. Review of Educational Research, v. 79, n. 3, 1290-1326, 2009.

ISOTANI, S. et al. Estado da arte em web semântica e web 2.0: potencialidades e tendências da nova geração de ambientes de ensino na internet. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 17, n. 1, p. 30-42, 2009.

KYRIAKIDES, L; CHRISTOFOROU, C.; CHARALAMBOUS, C. Y. What matters for student learning outcomes: a meta-analysis of studies exploring factors of effective teaching. Teachingand Teacher Education, v. 36, p. 143-152, 2013.

LOPES, S. et al. A bibliometria e a avaliação da produção científica: indicadores e ferramentas. CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS, 11., 2012, Lisboa. Actas... Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2013.

MATHEUS, M. C. C. Metassíntese qualitativa: desenvolvimento e contribuições para a prática baseada em evidências. Acta Paulista de Enfermagem, v. 22, Edição Especial, p. 543-545, 2009.

MESSINA, G. Estudio sobre el estado da arte de la investigacion acerca de la formación docente en los noventa. 1998. Trabalho apresentado à Reúnion de Consulta Técnica sobre investigación en Formácion del Professorado, Organización de Estados Ibero-Americanos para la Educación, la Ciência y la Cultura, México, 1998.

MILANI, M. L. C. A presença das tecnologias educacionais no currículo dos cursos de licenciatura em matemática. 2013. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2013. Disponível em: . Acesso em: 5 dez. 2013.

MILES, M. B.; HUBERMAN, A. M. Qualitative data analysis. 2nd ed. Thousand Oaks: Sage, 1994.

MIRANDA L. M. de; FERREIRA, S. F. As contribuições da internet para o idoso: uma revisão de literatura. Interface: Comunicação, Saúde, Educação, v. 13, n. 29, p. 383-395, abr./jun. 2009.

MORAIS, J. F. S.; ASSUMPÇÃO, R. P. S. Olhares para a produção bibliográfica sobre educação física escolar: algumas reflexões a partir de um levantamento bibliográfico. Acta Scientiarum: Education, v. 34, n. 1, p. 121-128, 2012.

MOSTAFA, S. P.; MÁXIMO, L. F. A produção científica da Anped e da Intercom no GT da Educação e Comunicação. Ciência da Informação, v. 32, n. 1, 2003. Disponível em:

-19652003000100010&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 6 nov. 2013.

NÓBREGA-THERRIEN, S.; THERRIEN, J. O estado da questão: sua compreensão na construção de trabalhos científicos: reflexões teórico-metodológicas. Estudos em Avaliação Educacional, v. 15, n. 30, p. 5-16, jul./dez. 2004.

NORONHA, D. P.; FERREIRA, S. M. S. P. Revisões de literatura. In: CAMPELLO, B. S.V. C.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

PICHETH, F. M. PeArte: um ambiente colaborativo para a formação do pesquisador que atua no ensino superior por meio da participação em pesquisas do tipo estado da arte. 2007. 139 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2013.

PINHEIRO, R. B. As representações sociais do projeto Ler e Pensar. 2012. 267 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2012. Disponível em: . Acesso em : 11 abr. 2013.

ROCHA, E. A. C. A pesquisa em Educação Infantil no Brasil: trajetória recente e perspectiva de consolidação de uma pedagogia da educação infantil. Florianópolis: UFSC, Centro de Ciências da Educação, Núcleo de Publicações, 1999.

ROMANOWSKI, J. P.; ENS, R. T. As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, v. 6, n. 19, p. 37-50, set./dez., 2006.

SANDELOWSKI, M.; BARROSO, J.; VOILS, C. I. Using qualitative metasummary to synthesize qualitative and quantitative descriptive findings. Research in Nursing & Health, v. 30, n. 1, p. 99-111, 2007.

SANTOS, L. M. A. Panorama das pesquisas sobre TDIC e formação de professores de língua inglesa em LA: um levantamento bibliográfico a partir da base de dissertações/teses da Capes. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 13, n. 1, p. 15-36, 2013.

SEDIGHI, M. Interdisciplinary relations in some high-priority fields of science and technology: an analytical study. Library Review, v. 62, n. 6-7, p. 407-419, 2013.

SILVA, R. C.; HAYASHI, M. C. P. I. Revista Educação Especial: um estudo bibliométrico da produção científica no campo da Educação Especial. Revista Educação Especial, v. 21, n. 31, p. 117-136, 2013. Disponível em: . Acesso em: 3 nov. 2013.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. P. Alfabetização. Brasília: MEC; Inep; Comped, 2000. (Estado do Conhecimento, n. 1). Disponível em: . Acesso: 3 set. 2013.

SOBRAL, F. R.; CAMPOS, C. J. G. The use of active methodology in nursing care and teaching in national productions: an integrative review. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 46, n. 1, p. 208-218, 2012.

SUGA, U. S. G. Fatores que conduzem ou afastam os dentistas na realização de medidas preventivas em relação à cárie dentária: uma revisão sistemática e metassumarização. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia Integrada) — Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2013.

THOMAS, G. Introdução: evidência e prática. In: THOMAS, G. et al. Educação baseada em evidências: atualização dos achados científicos para a qualificação da prática pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2007. p. 9-27.

TONDEUR, J. et al. Preparing pre-service teachers to integrate technology in education: a synthesis of qualitative evidence. Computers & Education, n. 59, p. 134 -144, 2011.

UNIVERSITAS. A produção científica sobre educação superior no Brasil, 1968 –

Porto Alegre: GT Política de Educação Superior; ANPEd, 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2013.

WILSON, S. et al. Publications of Autralians LIS academics in databases.

Australian Academic & Research Libraries, v. 42, n. 3, p. 211-230, 2011.

ZUFFO, D. A formação de professores para o uso das tecnologias educacionais: o que apontam as teses e dissertações defendidas no Brasil no período de 2003 a 2008.

149 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2011. Disponível em: . Acesso em: 5 ago. 2011.




DOI: https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.14.041.DS08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat