Movimentos negros e direitos humanos

Paulo Vinicius Baptista da Silva, Rosa Amália Espejo Trigo, José Antonio Marçal

Resumo


Este artigo é orientado pela interpretação do racismo numa dupla compreensão, de aspectos peculiares do contexto brasileiro e condicionantes do processo secular e supranacional de racialização da população negra. A análise busca destacar a participação e as contribuições dos movimentos sociais negros na formulação de Direitos e Políticas Públicas voltadas para a superação das desigualdades e discriminação racial. Com base em proposições realizadas pelo pesquisador Miguel Arroyo, focalizam-se as lutas e demandas dos movimentos sociais como fontes geradoras de propostas de direito. A primeira parte discute passagens específicas de movimentos sociais negros desenvolvidos ao longo do século XX. Na sequência, a análise se centra em momento entre 1995 e 2005, o qual revela articulações nacionais dos movimentos sociais: a Marcha Zumbi dos Palmares de 1995, o processo de pré-conferências até a III Conferência Mundial contra o racismo de 2001 e a Marcha Zumbi + 10 de 2005, examinando as propostas dos movimentos negros em documentos gerados para tais eventos. Discute ainda conexões dos movimentos negros com o governo federal, especialmente as proposições sistematizadas a partir das Conferências Nacionais de Promoção de Igualdade Racial (I CONAPIR/2005 e II CONAPIR/2009). Conclui com uma síntese das proposições e assinala a “acomodação de Atlanta” e a “iniciativa histórica”, expressas em distintas proposições de Direitos Humanos, como alternativas contraditórias para os movimentos sociais. 

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, J. A. L. A Conferência de Durban contra o Racismo e a responsabilidade de todos. Rev. Bras. Política Internacional, v. 45, n. 2, 198-223, 2002.

ARROYO, M. Movimentos sociais e direitos humanos. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 34., Natal. Anais... Natal: ANPED, 2011.

ARROYO, M. Outros sujeitos, outras pedagogias. Petrópolis: Vozes, 2012.

BRASIL. Ministério da Justiça. Relatório do Comitê Nacional para Preparação da Participação Brasileira na III Conferência Mundial das Nações Unidas contra o Racismo, Discriminação Racial, Xenofobia e Intolerância Correlata.

Durban, 31 ago.- 7 set. 2001. Disponível em: . Acesso em: 27 jan. 2013.

BRASIL. Relatório Final da I Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial. 2005. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2012.

BRASIL. Relatório Final da II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial. 2009. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2012.

FOÉ, N. África em diálogo, África em auto-questionamento: universalismo ou provincialismo? “acomodação de Atlanta” ou iniciativa histórica? Educar em Revista, n. 47, jan./mar. 2013. doi. 10.1590/S0104-40602013000100011

GONÇALVES, L. A. O.; SILVA, P. B. G. Movimento negro e educação. Revista Brasileira de Educação, n. 15, 2000.

MARCHA Zumbi dos Palmares + 10. Manifesto à nação. 2005. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2012.

MOURA, C. Organizações negras. In: SINGER, P.; BRANT, V. C. (Org.). São Paulo: o povo em movimento. São Paulo: Vozes / CEBRAP, 1980. p. 143-175.

PEREIRA, A. M. Trajetória e perspectivas do movimento negro brasileiro. Belo Horizonte: Nandyala, 2008.

PINTO, R. P. O movimento negro em São Paulo: luta e identidade. Tese (Doutorado em Antropologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 1993.

QUIJANO, A. Colonialismo do poder e classificação social In: SANTOS, B. S.; MENESES, M. P. (Org.). Epistemologias do sul. São Paulo: Cortez, 2010. p. 84-130.

SANTOS, S. A. Movimentos negros, educação e ações afirmativas. 554 f. Tese (Doutorado em Sociologia) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

SILVA, J. Experiências educativas do movimento social negro após o Estado Novo. Cadernos PENESB, n. 9, p. 227-255, 2007.

SILVA, P. V. B. Racial Inequalities in the symbolic realm: the brazilian context. Revue Canadienne d’Études du Développement, v. 29, p. 245-266, 2010.

SILVA, P. V. B.; ARAÚJO, D. C. Educação em direitos humanos e promoção da igualdade racial. Linhas Críticas, v. 17, n. 34, fev. 2011.

SOUZA, F. S. Afro-descendência em Cadernos Negros e Jornal do MNU. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.10211

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat