A aprendizagem em tempos de Homo oeconomicus cyber

Elisângela Barbosa Madruga, Paula Corrêa Henning

Resumo


Este artigo discute o cenário discursivo da atualidade no que tange a constituição de sujeitos por meio das tecnologias na educação formal, especificamente, os jogos eletrônicos. Sob esse viés as demandas sociais e econômicas são atendidas para garantir um amanhã ambientalmente responsável e próspero. Nessa perspectiva, considerando a realização de alguns tensionamentos acerca do tema, tomou-se como objetivo de pesquisa a identificação e análise dos ditos que são assumidos por professores da escola primária e reproduzidos em planos de aula. Treze planos de aula para crianças de 6 a 7 anos, produzidos por professores no jogo eletrônico Minecraft: Education Edition foram escolhidos como material de análise. Para a análise dos ditos utilizou-se como proposta teórico-metodológica a análise do discurso foucaultiana. Ao analisar os planos, verificou-se que 7 lições visavam uma aprendizagem baseada em projetos para desenvolver habilidades como colaboração, criatividade, pensamento crítico etc. Os planos abrangeram os anos 2016, 2017 e 2018. A análise discursiva apontou para a constituição de um sujeito proativo, dinâmico e flexível que se fundamenta num pensamento neoliberal, computacional e científico para a resolução de futuras situações problemas, entre elas as provocadas por uma crise ambiental.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.19.063.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat