Práticas docentes mediadoras da aprendizagem: laboratório de informática e dispositivos móveis

Eliana Maria Sacramento Soares, Amanda Souza Santos, Eliana Rela

Resumo


Apresentamos resultados de uma pesquisa que buscou compreender como os professores utilizam o laboratório de informática e os dispositivos móveis na escola. Tal investigação teve suas bases na teoria sociointeracionista de Vygotsky e seu corpus foi constituído a partir de entrevistas semiestruturadas com professores do Ensino Fundamental, categorizadas segundo a análise textual discursiva. Dentre outras conclusões, entendemos que os professores estão atuando no sentido de inserir os recursos do laboratório de informática e de dispositivos móveis em suas práticas docentes, com o objetivo de tornar suas aulas mais atrativas, entretanto ainda os utilizam como um complemento em estratégias de ensino tradicionais e pouco inovadoras. Discutimos neste trabalho, portanto, práticas mediadoras, com potencial para desencadear nos alunos processos internos de significação, de maneira que a ação realizada com o auxílio dos recursos digitais possa funcionar, de fato, como uma ação para a aprendizagem. Desde essa perspectiva, deslocamos o foco da tecnologia em si no processo de ensino e aprendizagem, para evidenciar as relações que podem ser estabelecidas entre ela e as práticas pedagógicas realizadas por seu intermédio.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.19.061.AO01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat