Comunidade de prática online à luz do pensamento complexo: uma experiência no SESC São Paulo

Lucila Pesce, Werley Carlos de Oliveira, Ana Maria Di Grado Hessel

Resumo


Este artigo aborda as interações vivenciadas por alunos em uma comunidade de prática online criada para dar sustentação a um curso no formato e-Learning, para funcionários da área de logística do Serviço Social do Comércio do Estado de São Paulo (Sesc SP). Trata-se de um estudo de caso etnográfico, cujo objetivo foi investigar o papel do fórum de discussões online tendo como fio condutor reflexões oriundas da teoria da  complexidade, por meio de conceitos como autopoiese, auto-eco-organização e circularidade, usados como fundamentos explicativos dos aspectos observados. Os resultados mostram a utilização da educação online como meio de criar redes que podem contribuir para o fortalecimento de uma cidadania planetária, uma vez que explora uma proposta pedagógica ativa, dialógica e interativa, capaz de fomentar malhas solidárias de cooperação e a promoção de ambientes polissêmicos, que são favorecidos pelas reflexões advindas de problemas emergentes e suas possíveis soluções que podem ser instigadas por meio do protagonismo na formação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.18.057.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Editora Universitária Champagnat