Funcionamento adaptativo, problemas de comportamento e queixas escolares: percepção de professores

Graziela Sapienza, Laís Bandeira

Resumo


A percepção do professor acerca do desempenho e do comportamento do aluno em sala de aula influencia em todo o processo de ensino e aprendizagem. O objetivo desta pesquisa foi conhecer as principais queixas para o encaminhamento de escolares à avaliação psicológica e sua relação com aspectos do funcionamento adaptativo e de comportamento em sala de aula, conforme a percepção dos professores. Foram analisados cinquenta prontuários de estudantes encaminhados para um serviço municipal de psicologia. Posteriormente os professores desses alunos responderam ao Teacher Report Form (TRF). Foram identificados três grupos de queixas (G1 — dificuldades de aprendizagem, G2 — problemas de comportamento e G3 — ambas as queixas) que, quando relacionadas aos dados do TRF, mostraram que escolares do G3 são percebidos com mais problemas de comportamento do que os alunos dos outros grupos, principalmente em relação à ansiedade, problemas sociais e isolamento. Esses dados auxiliam o professor na compreensão de aspectos relacionados a cada uma dessas queixas escolares e pode contribuir para a escolha de métodos mais ajustados no processo de ensino e aprendizagem, além de garantir o encaminhamento para um serviço adequado.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.18.058.AO05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Diálogo Educacional