Reflexões sobre a Educação Ambiental no curso de Pedagogia

Daniele Saheb, Maria Arlete Rosa, Marília Torales Campos de Andrade

Resumo


Busca-se, neste artigo, analisar os desafios diante dos limites e possibilidades no processo de implementação da educação ambiental em dois cursos de Pedagogia ofertados por instituições da rede particular de ensino de Curitiba. Para tanto, será considerada a política de educação ambiental para a educação superior e básica em âmbito nacional (BRASIL, 2012a) e no Paraná (PARANÁ, 2013b), bem como se investigará a educação ambiental nos eixos da gestão e da organização curricular, tendo sido realizada pesquisa documental e bibliográfica. Verificou-se a compreensão das alunas formandas, selecionadas de forma aleatória para participar de grupo focal, sobre meio ambiente e educação ambiental. Os resultados indicam que os desafios tratam da decisão institucional quanto ao planejamento e destinação de recursos financeiros e humanos, no sentido de atender às normas vigentes sobre o desenvolvimento da educação ambiental nos eixos do espaço físico, da gestão e da organização curricular. Foram apontados outros desafios, tais como: conhecimento da realidade socioambiental do espaço físico da instituição de ensino; readequação do plano de desenvolvimento institucional e propostas pedagógicas dos cursos de Pedagogia no enfoque da ambientalização da gestão; e possibilidades de inserção da educação ambiental como conteúdo nos componentes curriculares ou como disciplina específica na matriz pedagógica dos cursos de Pedagogia. Ademais, as alunas formandas de Pedagogia reconhecem que a educação ambiental contribui para ampliar a compreensão das questões socioambientais na formação profissional e na atuação no cotidiano da escola.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.17.055.DS05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Diálogo Educacional