SOCIAL TRAJECTORY OF STUDENTS FROM A PUBLIC PREPARATORY COURSE FOR SELECTION TO UNIVERSITY

Darbi Masson Suficier[, Luci Regina Muzzeti, Fábio Tadeu Reina

Resumo


The aim of the research that originated this article was the analysis of the social trajectory of students from a public preparatory course and the verification of their expectations about higher education. Data collection was based on a questionnaire with open and closed-ended questions and a semi-structured interview, based on the models used by Muzzetti (1997). Data were analyzed by the elaboration of thematic charts. Based on the researches conducted by Pierre Bourdieu (1997, 2007), this research concluded that the students understand that schooling is, besides being a viable alternative in the search for social ascension, the redeeming of social ills. Profession choice based on natural talent or divine gift generate expectations which attest the lack of knowledge about the school system by students and their parents, which is reinforced by the belief in opportunity equality. 

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, P. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2007.

BOURDIEU, P. Escritos de educação. Seleção, organização, introdução e notas de Maria Alice Nogueira e Afrnio Catani. Petrópolis: Vozes, 2002.

BOURDIEU, P. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 2001.

BOURDIEU, P. A ilusão biográfica. In: FERREIRA, M. M.; AMADO, J. (Org.). Usos e abusos da história oral. Rio de Janeiro: FGV, 1996. p. 183-191.

BOURDIEU, P.; BOLTANSKI, L.; SAINT-MARTIN, M. As estratégias de reconversão. In: DURAND, J. C. G. (Org.). Educação e hegemonia de classe: as funções ideológicas da escola. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978. p. 105-176.

BOURDIEU, P.; CHAMPAGNE, P. Os excluídos do interior. In: BOURDIEU, P. (Org.). A miséria do mundo. Petrópolis: Vozes, 1997.

MUZZETI, L. R. Trajetória Social, dote escolar e mercado matrimonial: um estudo de normalistas formadas em São Carlos nos anos 40. 1997. 174 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 1997.

MUZZETI, L. R. Consenso ou conflito: contribuições das teorias sociológicas em Émile Durkheim e Pierre Bourdieu. Boletim do Departamento de Didática, v. 15, p. 43-62, 1999.

NOGUEIRA, C. M. M.; NOGUEIRA, M. A. A sociologia da educação de Pierre Bourdieu: limites e contribuições. Educação e Sociedade, n. 78, p.15-36, abr. 2002.

PIOTTO, D. C. Trajetórias escolares prolongadas nas camadas populares. Cadernos de Pesquisa, v. 38, n. 135, p. 701-727, set./dez. 2008.

PRESTA, S.; ALMEIDA, A. M. F. Fronteiras imaginadas: experiências educativas e construção das disposições quanto ao futuro por jovens dos grupos populares e médios. Educação e Sociedade, v. 29, n. 103, p. 401-424, maio/ago. 2008.

ROCHA, F. J. P. da. Vestibular: cultura e tragédia. Educação e Sociedade, n. 50, p. 15-43, abr. 1995.

SETTON, M. G. J. Um novo capital cultural: pré-disposições e disposições à cultura informal nos segmentos com baixa escolaridade. Educação e Sociedade, v. 26, n. 90, p. 77-105, jan./abr. 2005.

ZAGO, N. Do acesso à permanência no ensino superior: percursos de estudantes universitários de camadas populares. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 32, p. 226-237, maio/ago. 2006.

ZAGO, N. Realidades sociais e escolares e dinmica familiar nos meios populares. Paidéia, v. 8, n. 14-15, p. 63-73, ago. 1998.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v13i39.8312

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat