Práticas pedagógicas na perspectiva do hibridismo tecnológico digital

Autores

  • Luciana Backes Centro Universitário La Salle (Unilasalle), Canoas, RS - Brasil.
  • Eliane Schlemmer Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos).

DOI:

https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.7644

Resumo

Atualmente, as Tecnologias Digitais (TD) apresentam inúmeras possibilidades para a interação, a comunicação e a representação do conhecimento, favorecendo a configuração de espaços digitais virtuais de convivência, que potencializam os processos de ensinar e de aprender, numa perspectiva de hibridismo tecnológico digital. Nesse contexto, emergem questões como: quais são os aspectos no processo de ensinar e de aprender que contribuem para a configuração dos espaços de convivência no contexto do hibridismo tecnológico digital? Quais as características da prática pedagógica que podem favorecer uma formação para este tempo e este espaço? Para tanto, foram desenvolvidos processos de formação no Ensino Superior, contextos Brasil e França, na perspectiva do hibridismo tecnológico digital, o qual comportou as seguintes TD: ambiente virtual de aprendizagem; comunicador instantâneo; blog e metaverso. Os processos formativos se desenvolveram por meio da Metodologia de Projetos de Aprendizagem baseado em Problema (Brasil) e da Metodologia Pedagógica de Estudo de Caso (França). Os dados empíricos são as representações expressas nas TD, no processo de interação dos estudantes, submetidas à metodologia de análise de conteúdo. A análise de conteúdo, realizada no contexto das unidades de análise, passou por tratamentos de natureza qualitativa, quantitativa e, novamente, qualitativa. Esta análise complexa nos instigou à reflexão sobre as práticas pedagógicas como possibilidade de problematizar a realidade atual, utilizando as TD de maneira congruente. Assim, os estudantes são instigados a (re)significar a realidade atual, numa condição de responsabilidade em relação às TD, a fim de encontrar alternativas para a emancipação na construção de novos conhecimentos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BACKES, L. A formação do educador em mundos virtuais: uma investigação sobre os processos de autonomia e de autoria. 2007. 186 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2007.

BACKES, L. A configuração do espaço de convivência digital virtual: a cultura emergente no processo de formação do educador. 2011. 362 f. Tese (Doutorado em Educação) –Universidade do Vale do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2011.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. O aprender e o ensinar na formação do educador em mundos virtuais. Educere et Educare, v. 2, p. 129-140, 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Editora Cultrix, 2004.

FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Projeto? O que é? Como se faz? In: FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Aprendizes do futuro: as inovações começaram! Coleção Informática para a mudança na Educação. Brasília: MEC, 1999. p. 15-26.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Centauro, 2008.

GAARDER, J. O mundo de Sofia: romance da história da filosofia. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

MATURANA, H. R.; VARELA, F. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2002.

MATURANA, H. R. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005.

MATURANA, H. R.; REZEPKA, S. N. Formação humana e capacitação.

Petrópolis: Vozes, 2008.

MINAYO, M. C. S. (Org.). et al. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2004.

SCHLEMMER, E. O trabalho por projetos em Educação a Distância - uma parceria. In: 6., CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 1999, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: ABED, 1999.

SCHLEMMER, E. Projetos de aprendizagem baseados em problemas: uma metodologia interacionista/construtivista para formação de comunidades em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. [email protected], v. 1, n. 2, p. 1-10, 2001.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. O aprender e o ensinar na formação do educador em mundos virtuais. Educere et Educare, v. 2, p. 129-140, 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Editora Cultrix, 2004.

FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Projeto? O que é? Como se faz? In: FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Aprendizes do futuro: as inovações começaram! Coleção Informática para a mudança na Educação. Brasília: MEC, 1999. p. 15-26.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Centauro, 2008.

GAARDER, J. O mundo de Sofia: romance da história da filosofia. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

MATURANA, H. R.; VARELA, F. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2002.

MATURANA, H. R. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005.

MATURANA, H. R.; REZEPKA, S. N. Formação humana e capacitação.

Petrópolis: Vozes, 2008.

MINAYO, M. C. S. (Org.). et al. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2004.

SCHLEMMER, E. O trabalho por projetos em Educação a Distância - uma parceria. In: 6., CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 1999, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: ABED, 1999.

SCHLEMMER, E. Projetos de aprendizagem baseados em problemas: uma metodologia interacionista/construtivista para formação de comunidades em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. [email protected], v. 1, n. 2, p. 1-10, 2001.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. O aprender e o ensinar na formação do educador em mundos virtuais. Educere et Educare, v. 2, p. 129-140, 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Editora Cultrix, 2004.

FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Projeto? O que é? Como se faz? In: FAGUNDES, L. C.; SATO, L. S.; MAÇADA, D. L. Aprendizes do futuro: as inovações começaram! Coleção Informática para a mudança na Educação. Brasília: MEC, 1999. p. 15-26.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Centauro, 2008.

GAARDER, J. O mundo de Sofia: romance da história da filosofia. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

MATURANA, H. R.; VARELA, F. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2002.

MATURANA, H. R. Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2005.

MATURANA, H. R.; REZEPKA, S. N. Formação humana e capacitação.

Petrópolis: Vozes, 2008.

MINAYO, M. C. S. (Org.). et al. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2004.

SCHLEMMER, E. O trabalho por projetos em Educação a Distância - uma parceria. In: 6., CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 1999, Rio de Janeiro. Anais… Rio de Janeiro: ABED, 1999.

SCHLEMMER, E. Projetos de aprendizagem baseados em problemas: uma metodologia interacionista/construtivista para formação de comunidades em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. [email protected], v. 1, n. 2, p. 1-10, 2001.

SCHLEMMER, E. AVA: um ambiente de convivência interacionista sistêmico para comunidades virtuais na cultura da aprendizagem. 2002. 370 f. Tese (Doutorado em Informática na Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2002.

SCHLEMMER, E. A aprendizagem com o uso das tecnologias digitais: viver e conviver na virtualidade. Série Estudos – Periódico do Mestrado em Educação da UCDB, n. 19, p. 103-126, 2005.

SCHLEMMER, E. Dos ambientes virtuais de aprendizagem aos espaços de convivência digitais virtuais – ECODIS: o que se mantêm? O que se modificou? In: VALENTI, C. B.; SACRAMENTO, E. M. (Org.). Aprendizagem em ambientes virtuais [recurso eletrônico]: compartilhando ideias e construindo cenários. Caxias do Sul: Educs, 2010. p. 145-191.

SCHLEMMER, E.; BACKES, L. Metaverso: novos espaços para a construção do conhecimento. Revista Diálogo Educacional, n. 24, p. 519-532, 2008.

SCHLEMMER, E. et al. ECoDI: A criação de um espaço de convivências digital virtual. In: 2006, SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO - XVII SBIE, Brasília. Anais... Brasília: SBC, 2006.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TREIN, D.; SCHLEMMER, E. Projetos de aprendizagem baseados em problema no contexto da web 2.0: possibilidades para a prática pedagógica. Revista e-Curriculum, v. 4, p. 1-20, 2009.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2013-07-11

Como Citar

Backes, L., & Schlemmer, E. (2013). Práticas pedagógicas na perspectiva do hibridismo tecnológico digital. Revista Diálogo Educacional, 13(38), 243–266. https://doi.org/10.7213/dialogo.educ.7644