Educação e empreendedorismo social: um encontro que (trans)forma cidadãos

Maria Flávia Bastos, Ricardo Ferreira Ribeiro

Resumo


Este trabalho pretende mostrar uma Metodologia de Ensino fundamentada na possibilidade de formar empreendedores sociais no ambiente escolar e tem como objetivo a implantação de agências experimentais com foco social em Instituições de Ensino Superior de forma inovadora, por meio de recursos motivadores e vivenciais que provoquem nos alunos atitudes criativas, de forma crítica e cidadã. Para a construção da metodologia, foi analisada uma prática já existente, a da agência experimental de empreendedorismo social da UNATEC - a Fortuna, implantada pela primeira vez no Brasil em 2006 e que criou oportunidades para que os alunos da graduação tecnológica vivenciassem o respeito às diferenças, propondo soluções em comunicação e marketing para entidades do terceiro setor da região metropolitana de Belo Horizonte. Para essa análise, a metodologia de pesquisa utilizada foi a abordagem qualitativa, por meio de entrevistas em profundidade, grupo focal, além de análises bibliográfica e documental. Foram verificados os resultados do impacto social da prática em instituições atendidas, alunos e professores envolvidos no projeto. Esses resultados foram confrontados às teorias do empreendedorismo, do empreendedorismo social, da educação e da gestão social. Com isso, pôde-se perceber que é possível empreender ou vivenciar uma ação transformadora unindo, num mesmo momento, alunos, professores e entidades do terceiro setor, por meio de uma proposta educativa diferenciada, onde todos pensam e agem refletindo na busca de transformações sociais significativas. 

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, V. G.; MOURA, M. S. de S. O potencial de uma virada paradigmática: metodologias não convencionais na formação do gestor social. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE PODER LOCAL, 11., 2009, Salvador. Anais... Salvador: Colóquio Internacional sobre Poder Local, 2009.

ARROYO, M. G. Indagações sobre currículo: educandos e educadores: seus direitos e o currículo. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007. Disponível em: . Acesso em: 5 nov. 2009.

BASTOS, S. Por que me sinto realizado em ser pedagogo? Belo Horizonte: Centro Universitário UNI BH, 2004. Material didático.

BOULLOSA, R. de F. Contribuições conceituais e metodológicas para a avaliação de processos e práticas de gestão social a partir das perspectivas da policy analysis e da abordagem social da aprendizagem. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE PODER LOCAL, 11., 2009, Salvador. Anais... Salvador: Colóquio Internacional sobre Poder Local, 2009.

BUBER, M. Eu e tu. Tradução de Newton Aquiles von Zuben. 2. ed. São Paulo: Cortez & Moraes, 1979.

BUBER, M. Do diálogo e do dialógico. São Paulo: Perspectiva, 1982.

CARNEIRO, C. B. L.; COSTA, B. L. D. Gestão social: o que há de novo? Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2004. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2010.

DOLABELA, F. O ensino de empreendedorismo no Brasil: uma metodologia revolucionária. Disponível em: . Acesso em: 5 jun. 2008.

FILION, L. J. Empreendedorismo: empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 34, n. 2, p. 5-28, 1999.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

FREIRE, P. Pedagogia da esperança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia dos sonhos possíveis. São Paulo: UNESP, 2001.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1986.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2003.

OLIVEIRA, E. M. Empreendedorismo social: da teoria à prática, do sonho à realidade. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2008.

SCHOMMER, P. C. Gestão social: caso de inovação em políticas públicas ou mais um caso de Lampedusa? Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2010.

TENÓRIO, F. G. Tem razão a administração? Ensaios de teoria organizacional e gestão social. Ijuí: Ed. Unijuí, 2002.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v11i33.4438

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat