FORMAÇÃO DE PROFESSORES NO ENSINO RELIGIOSO BRASILEIRO NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Sérgio Rogério Azevedo Junqueira, Edile Maria Fracaro Rodrigues, Vicente Paulo Alves

Resumo


A dimensão continental do país e a carência de uma formação específica para o Ensino Religioso, especialmente a partir da alteração do artigo 33 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, trouxeram o desafio de um processo formador. Para levantar o perfil dos cursos de Ensino Religioso e suas diferentes concepções, foi feito um mapeamento a partir de documentos disponibilizados pelas instituições de ensino pela internet no período de novembro de 2008 a fevereiro de 2009. Os dados apontam que está sendo gerado um Programa de Formação de Professores em Exercício preocupado com a qualidade dos cursos e seus ambientes de aprendizagem. Os cursos pesquisados apontam atividades de ensino que se articulam em torno de metodologias e que envolvem o uso das tecnologias da informação e comunicação, a exposição de conteúdos por meio de encontros síncronos e assíncronos. A composição das disciplinas oferece ao professor um conhecimento global sobre as grandes religiões que existem no Brasil, mas ressaltamos que o Ensino Religioso não visa ao estudo de religiões e nem pretende ser uma complementação filosófica na escola. Por isso, é preciso prosseguir retomando a prática e a teoria para uma reflexão sobre a ação docente.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição (1988). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. p. 27833. Disponível em: . Acesso em: 23 jul. 2009.

______. Ministério da Educação - Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Parecer CES/CNE nº 1.236/2001, Portaria nº 2216/2001. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, Seção 1E, páginas 47 e 48. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2008.

______. Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 20 dez. 2005a. Disponível em: .Acesso em: 11 dez. 2008.

______. Cartilha “Diversidade Religiosa e Direitos Humanos”, 2005b. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2008.

______. Ministério da Educação – Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES n. 01, de 08 de junho de 2007. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 08 jun. 2007, Seção 1, p. 12. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2008.

FÓRUM NACIONAL PERMANENTE DO ENSINO RELIGIOSO – FONAPER. Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Religioso. 3. ed. São Paulo: Ave Maria, 1998.

GUAREZI, R. C. M.; MATOS, M. M. de. Educação à distância sem segredos. Curitiba: IBPEX, 2009.

MARCELO GARCÍA, C. Formação de professores, para uma mudança educativa. Porto: Porto, 1999.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. G. C. Texto com elaboração a partir de excertos do livro docência na universidade: ensino e pesquisa. 2. ed. São Paulo. Cortez, 2005. Disponível em: . Acesso em: 20 abr. 2007.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO. Normas gerais do Ensino de Graduação. Aprovada pela Resolução n. 423/2003 – CONSUN/UEMA de 4 de dezembro de 2003. EDITAL Nº 020/2008 – PROG/UEMA anexo I, 04 de dez. 2003.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v10i29.3082

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat