#nasbordasabertasdeumtweet: pedagogias e produção de microcontos no Twitter

Raphaelle Nascimento Silva, Edvaldo Souza Couto

Resumo


A produção de microcontos no Twitter se inscreve dentro de uma prática social de escrita de maior espectro — a twitteratura. Neste contexto, a partir dos estudos e das interfaces que aproximam a Educação da Literatura na Cibercultura, o artigo apresenta resultados de uma pesquisa que teve o objetivo de analisar a produção de microcontos no Twitter, destacando as pedagogias de escrita ali desenvolvidas. O método usado foi o qualitativo, de cunho analítico e interpretativo. Para a análise dos dados usou-se a técnica de Análise Textual Discursiva — ATD e princípios da Análise de Redes Sociais — ARS. O argumento central é que a twitteratura é uma pedagogia da escrita em rede que se constrói, principalmente, através da experiência compartilhada e da mobilização on-line de aprendizagens. O artigo conclui que uma das formas de produção das culturas contemporâneas é a escrita literária em rede, a qual se utiliza da construção e da mobilização de pedagogias que contribuem para a circulação de modos de ser e de formas de compartilhar conteúdos estéticos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.21.071.AO04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat