Formação continuada de professores: alguns conceitos, interesses, necessidades e propostas

Luis Eduardo Alvarado-Prada, Thaís Campos Freitas, Cinara Aline Freitas

Resumo


As concepções sobre formação continuada de professores e suas interpretações em publicações que as veiculam com relativa facilidade, mais os pensamentos dos professores, sujeitos dessa formação e quem as vivenciam, não estão disponibilizados para a consulta por parte dos pesquisadores de profissão, dos políticos e desses mesmos professores que, no cotidiano escolar, pouco sabem da problemática dos outros colegas e da literatura sobre a formação continuada. Por isso, a modo de síntese informativa e para fundamentar algumas de nossas análises, apresentamos dados coletados em pesquisas e no desenvolvimento de atividades de formação continuada, com os coletivos docentes de instituições escolares e outros docentes com quem os têm proporcionado ao longo de quase duas décadas. A formação de professores continua sendo um dos principais problemas da educação. Entretanto, existem problemas estruturais da sociedade e da educação que condicionam esta formação e concretamente a formação continuada da que tratamos neste texto. Estamos propondo a FCPS para ultrapassar concepções e práticas de formação continuada que não são continuadas, pouco formam, pouco valorizam e até algumas vezes desvalorizam os professores. Também estamos propondo a pesquisa coletiva como um modo de formar pesquisando e pesquisar formando. Porém com fundamentos teóricos e metodológicos de pesquisa diferenciados, que valoram os conhecimentos dos professores, objetivam a construção do coletivo para que este, compreendendo seu espaço, como um todo institucional, construa a realidade atendendo a seus interesses e necessidades.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARADO-PRADA, L. E. Formação participativa de docentes em serviço.

Taubaté: Cabral Editora Universitária, 1997.

______. The school as a whole in the countinuing education of theachers.

In: RAYMOND, D. Noveaux espaces de développement professionel et

organisationnel. Canada: Éditions du CRP, 2001. p. 85-99.

______. Formação continuada de professores em serviço: formação de formadores.

In: MONTEIRO, A. F.; MULLER, R. M. L. Profissionais da educação: políticas,formação e pesquisa. Cuiabá: EDUFMT, 2006. p. 116-136.

______. Investigación colectiva: aproximaciones teórico- metodológicas. Estudios Pedagógicos, v. 34, n. 1, 2008. Disponível em: .

Acesso em: 22 maio 2009.

ALVARADO-PRADA, L. E.; MURCIA FLORIAN, J. Hacia un nuevo bachillerato nocturno: un informe IAP. Bogotá: Cooperativa Editorial Magistério, 1991.

ALVARADO-PRADA, L. E.; ROSA, R. M.; OLIVEIRA, V. F. A formação

continuada de professores e a caracterização da comunidade escolar: os pais. In: ENCONTRO DE PESQUISAS EM EDUCAÇÃO DO CENTRO OESTE, 6., 2003, Campo Grande. Resumos... Campo Grande: ANPED, 2003.

ALVARADO-PRADA, L. E. et al. Ações municipais de formação continuada

de professores na região de Uberaba. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM

EDUCAÇÃO DA ANPED DA REGIÃO CENTRO-OESTE, 9., 2008,

Tagutinga. Anais... Taguatinga: ANPED, 2008. p. 1103-1116.

ASSMANN, H. Reencantar a educação: rumo à sociedade aprendente. Petrópolis: Vozes, 1998.

BERGER, P.; LUCKMANN, T. A construção social da realidade: tratado de

sociologia do conhecimento. Petrópolis: Vozes, 1978.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 23 dez. 1996. p. 27833. Disponível em:

gov.br/legislacao/ListaTextoIntegral.action?id=75723>. Acesso em: 23 mar. 2009.

CONTRERAS, J. D. La autonomía del profesorado. Madrid: Morata, 1997.

ECKERT-HOFF, B. M. O dizer da prática na formação do professor. Chapecó: Argos, 2002.

FALS-BORDA, O. El problema de como investigar la realidad para

transformar la por la praxis. 3. ed. Bogotá: Ediciones Tercer Mundo, 1985.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à pratica educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

GATTI, B. A formação de professores e carreira: problemas e movimentos de renovação. 2. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2000.

GIROUX, H. A. Os professores como intelectuais: rumo a uma pedagogia

crítica da aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

HABERMAS, J. Teoría de la acción comunicativa, I: racionalidad de la acción y racionalización social. Madrid: Taurus Humanidades, 2001.

KOSIK, K. Dialética do concreto. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

LIBÂNEO, J. C. Reflexividade e formação de professores: outra oscilação do pensamento pedagógico brasileiro. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (Org.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002. p. 53-79.

MAKARENKO, A. Poema pedagógico. Brasiliense: São Paulo, 1985.

MARCELO GARCÍA, C. A formação de professores: novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: NÓVOA, A. (Coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1992. p. 51-76.

MAUÉS, O. C. As políticas de formação de professores: a un ços de Caldas. Anais...

Poços de Caldas: ANPED, 2003. p. 1-14.

MENEZES, C. M. A. Educação continuada de educadores: superando ambigüidades conceituais. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, v. 12, n. 20, p. 311-320, 2003.

NÓVOA, A (Org.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

NÓVOA, A. As organizações escolares em análise. Portugal: Publicações

Dom Quixote, 1999.

OLIVEIRA, V. F. Escola, espaço coletivo de Formação Continuada de

Professores em serviço: limites e possibilidades. 2006. 200 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Uberaba, Uberaba, 2006.

OLIVEIRA, V. F.; ALVARADO-PRADA, L. E. Construção de espaços coletivos de formação continuada de professores. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO DA REGIÃO CENTRO-OESTE, 9., 2008, Taguatinga. Anais...Taguatinga: ANPED, 2008. p. 1117-1131.

PÉREZ GÓMEZ, A. O pensamento prático do professor: a formação do

professor como profissional reflexivo. In: NÓVOA, A. (Ed.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-33.

PETRAGLIA, I. C. Edgar Morin: a educação e a complexidade do ser e do saber. Petrópolis: Vozes, 1995.

SANTOS, M. Por uma geografia nova. São Paulo: EDUSP, 2002.

SCHÖN, D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (Coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote. Instituto de Inovação Educacional, 1992. p. 77-92.

STENHOUSE, L. La investigación como base de la enseñanza. Madrid:

Ediciones Morata, 1987.

ZEICHNER, K. M. A formação reflexiva de professores: idéias e práticas.

Lisboa: Educa, 1993




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v10i30.2464

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat