Reflexões de professores participantes em um Curso de Pedagogia Universitária

Adriana Kátia Corrêa, Alma Blásida Concepcion Eliazur Benitez Catirse, Edson Garcia Soares, Glaucia Maria Silva, Maria Conceição Bernardo de Mello e Souza, Marlene Fagundes Carvalho Gonçalves, Noeli Prestes Padilha Rivas, Yassuko Iamamoto

Resumo


Este artigo analisa a formação de professores universitários, no contexto da pesquisa Curso Pedagogia Universitária: os professores e sua prática pedagógica desenvolvida pelo Grupo de Apoio Pedagógico do Campus USP-Ribeirão Preto/Universidade de São Paulo – Brasil – (GAPRP). Trata de pesquisa descritivo-exploratória, de natureza qualitativa que se propõe a analisar as reflexões de professores, participantes do I e II Curso de Pedagogia Universitária realizado em Ribeirão Preto em 2008 e 2009, acerca de sua prática pedagógica. Os dados revelam que as reflexões desses professores contemplam a revisitação de suas práticas pedagógicas, os limites contextuais e administrativos e a gestão do projeto político pedagógico com possibilidades de mudanças. Evidenciam-se também alguns pontos de tensão que necessitam ser trabalhados: aprendizagem da docência como perspectiva individual versus docência como perspectiva coletiva; formação pedagógica como prática sócio-política versus prática instrumental e valorização da pesquisa em detrimento do ensino.  


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. I.; PIMENTA, S. G. A construção da pedagogia universitária no âmbito da Universidade de São Paulo. In: PIMENTA, S. G.; ALMEIDA, M. I. (Orgs). Pedagogia Universitária. São Paulo: Cortez, 2011. p. 19-43.

ALMEIDA, M. I. Formação do professor do Ensino Superior. 1ª. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Seção 1, p. 27833.

CHARLOT, B. Formação de professores: a pesquisa e a política educacional. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002. p. 89-108.

CHAUÍ, M. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação. n. 24, p. 5-15, set./dez 2003.

CORDEIRO, T. de S. C et al. Desenvolvimento profissional docente na universidade: formação continuada didático-pedagógica como objeto de investigação, reflexão e intervenção. In: RAMOS, K. M. C; VEIGA, I. A. P.(Orgs). Desenvolvimento profissional docente: currículo, docência e avaliação na educação superior. Recife: Editora Universitária-UFPE, 2013, p.21- 38.

CORRÊA, A. K. et al. Formação Pedagógica do professor universitário: reflexões a partir de uma experiência. In: PIMENTA, S. G.; ALMEIDA, M. I. (Orgs.). Pedagogia Universitária: caminhos para a formação de professores. 1ªed. São Paulo: Cortez, 2011. v.1, p. 75-100.

CUNHA, M. I.; BROILO, C. L.(Orgs.) Qualidade da Educação Superior: grupos investigativos internacionais em diálogo. Araraquara: Junqueira&Marin, 2012.

CUNHA, M. I. (Org.) Estratégias institucionais para o desenvolvimento profissional docente e as assessorias pedagógicas universitárias: memórias, experiências, desafios e possibilidades. Araraquara: Junqueira&Marin, 2014.

FREIRE, P. Papel da educação na humanização. Revista da Faculdade de Educação do Estado da Bahia, v.6, n. 7, p. 9-32, 1997.

MARCELO GARCIA, C. A identidade docente: constantes desafios. Revista brasileira de Pesquisa sobre formação docente, v. 1, n. 1, p. 109-131, ago./dez. 2009.

MINAYO, M. C. S. et al (Org.) Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29ª ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

NÓVOA, A. Professores: imagens do presente futuro. Lisboa: Educa, 2009.

PIMENTA, S. G.; ANASTASIOU, L. G. C. Docência no ensino superior. 5ª ed. São Paulo: Cortez, 2011.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. 41ª ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

SGUISSARDI, V. A Universidade neoprofissional, heterônoma e competitiva. In: MANCEBO, D.; FÁVERO, M. L. A. (Orgs.). Universidade: políticas, avaliação e trabalho docente.1ª ed. São Paulo: Cortez, 2004. p. 33-52.

SGUISSARDI, V. Universidade brasileira no século XXI: Desafios do presente. 1ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.

VAILLANT, D; MARCELO, C. Ensinando a Ensinar: As quatro etapas de uma aprendizagem. Curitiba: Ed. UTFPR, 2012.

VEIGA, I. P. A. Docência como atividade profissional. In: VEIGA, I. P. A.; D’ÁVILA, C. (Orgs). Profissão Docente: Novos sentidos, novas perspectivas. Campinas: Papirus, 2008. p. 13-21.

VEIGA, I. P. A. Universidade e desenvolvimento profissional docente: propostas em debate. Araraquara: Junqueira&Marin, 2012.

ZABALZA, M. A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

ZABALZA, M. A.; CERDEIRIÑA, M. A. Z. Planificación de la docencia en la universidad: Elaboración de las Guías Docentes de las materias. Madri: Narcea, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.17.052.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat