OS USOS DOS TEMPOS NO COTIDIANO ESCOLAR

Luciana Pacheco Marques, Cristiane Elvira de Assis Oliveira, Sandrelena da Silva Monteiro

Resumo


Nossa trajetória no núcleo de estudos e pesquisas nos levou a trabalhar com as diferenças como formas concretas da existência, rompendo com a dicotomia paradigmática do normal versus anormal. Uma das linhas de pesquisa do núcleo tem como pano de fundo o deslocamento do dado do universal da Modernidade para o do múltiplo da Atualidade, por meio da análise das categorias conhecimento, tempo, espaço e sujeito. Particularmente, neste grupo, pesquisamos os usos dos tempos no cotidiano escolar. Realizamos a pesquisa no/do/ com o cotidiano numa escola de Ensino Fundamental que se organiza em ciclo de uma rede municipal mineira. Fizemos anotações dos indícios sobre os usos dos tempos no cotidiano da escola, narrando-os e transformamos tais narrativas em crônicas, que compartilhamos com as professoras e gestoras da escola em rodas de conversa. Pretendemos problematizar os usos dos tempos neste cotidiano escolar. Considerando a complexidade que é a organização do tempo escolar, pode-se equacionar o tempo, estabelecendo uma relação harmoniosa entre a cronologia do relógio e a criação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213//dialogo.educ.14.043.AO02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat