O LUGAR DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR UNIVERSITÁRIO: O ESPAÇO DA PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EM QUESTÃO

Maria Isabel da Cunha

Resumo


O texto decorre de pesquisa que se propõe a mapear as diferentes alternativas e lugares de formação profissional do professor da educação superior. Como a legislação é omissa nesse sentido, as experiências são distintas e assumem múltiplas possibilidades. Nessa ocasião, analisamos os Programas de Pós-Graduação em Educação como alternativa para essa formação, que vem sendo procurada por docentes de diferentes áreas. Refletimos, principalmente, sobre as motivações dos professores universitários que realizam mestrados e doutorados em educação, a partir de pesquisa de campo com 12 sujeitos egressos de diferentes Programas, quer em nível de mestrado quer de doutorado. Os dados indicam que os docentes em questão reconhecem os Programas da área da Educação como alternativa de formação para a docência da educação superior, mesmo que essa identidade não esteja explicitada claramente na proposta pedagógica desses cursos. O estudo quer contribuir para a reflexão sobre a formação do professor universitário no contexto das políticas de pós-graduação.

Texto completo:

PDF

Referências


CUNHA, Maria Isabel da. A docência como ação complexa: o papel da didática na formação de professores. In: ROMANOWSKI, Joana. Et al. (Org.). Conhecimento local e conhecimento universal: pesquisa, didática e ação docente. Curitiba: Champagnat, 2004. p. 31-42.

LARROSA, Jorge. El trabajo epistemológico en pedagogía. Barcelona: PPU, 1990.

LUCARELLI, Elisa (Comp.). El asesor pedagógico em la universidad: de la teoria pedagógica a la práctica en la formación. Buenos Aires: Paidós, 2000.

MARCELO GARCIA, Carlos. Formação de professores para a mudança educativa. Porto: Porto, 1999.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre a ciência. Porto: Afrontamento, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v9i26.3664

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat