Docência na educação superior: problematizadora e tecnocientífica

Ilma Passos Alencastro VEIGA, Edileuza Fernandes Silva

Resumo


Este artigo objetiva compreender como dois professores constroem a docência em cursos de Medicina e Engenharia Civil de uma instituição de ensino superior do Distrito Federal. Tem-se como pressuposto que a atividade docente pode reforçar ou desconstruir a dicotomia entre formação técnico-profissional e formação para o exercício crítico, consciente e comprometido com a sociedade e suas demandas. Questiona-se: a) em que medida a aula constitui espaço-tempo de construção coletiva do conhecimento?; b) como docentes constroem processos formativos a partir da problematização e da articulação entre teoria científica e tecnologia como produção dos sujeitos?; c) quais elementos caracterizam a docência problematizadora e tecnocientífica humanística? A abordagem qualitativa orientou o estudo, sendo os dados levantados das Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos (CNE/CES, nº 03, 2014 e BRASIL, CNE/CES, nº 04, 2002), dos projetos pedagógicos dos cursos, de observações de aulas e de questionários aplicados para caracterizar os participantes. A análise evidencia que: a) experiências pessoais, acadêmicas e profissionais dos professores contribuem para a constituição da docência; b) processos didáticos participativos de ensinar, aprender e pesquisar com o protagonismo dos alunos favorecem o tratamento do conhecimento por meio da problematização e da articulação entre ciência, técnica e formação humanística; c) as atividades docentes sustentam-se na construção de conhecimentos por meio de metodologias participativas e; d) a docência sustenta-se no diálogo, na contextualização e na construção coletiva do conteúdo, em arranjos diferenciados para o espaço-tempo da aula, na relação professor-aluno e no conhecimento do professor, sem desconsiderar os saberes e as experiências dos estudantes.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.20.065.DS04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat