Narrativas de um professor arquiteto: contribuições da trajetória para seu desenvolvimento profissional

Carolina Nobrega Saboia Luz, Isabel Maria Sabino de Farias, Wilson Nobrega Sabóia

Resumo


A trajetória de desenvolvimento profissional de um arquiteto professor, em particular sua formação pedagógica, está no centro deste artigo. Objetivou-se compreender como e em que a trajetória desse docente arquiteto se relaciona ‘com’ e ‘para’ o seu ato de ensinar. O fundamento teórico da pesquisa está ancorado nos estudos de Júlia Oliveira-Formosinho, Carlos Marcelo García e Francisco Imbernón. As análises realizadas se apoiam na abordagem qualitativa de pesquisa, caracterizando-se como estudo de caso único desenvolvido com suporte na observação de aulas, entrevista semiestruturada e o exame de documentos (currículo Lattes, ementa da disciplina e Projeto Pedagógico do curso de Arquitetura e Urbanismo da IES em contexto). O trabalho de campo foi realizado nos meses de setembro e outubro de 2017 e os dados analisados com base na categorização temática do conteúdo. Os resultados revelaram que, ante o desprestigio do ensino em face o privilégio dado à pesquisa nas instituições de ensino superior, o professor é instigado a se desenvolver de modo autônomo; que as ações de formação das quais tem participado, em sua maioria, focalizam a formação do pesquisador, secundarizam a docência, especializando-o em conteúdos específicos de sua área disciplinar de ensino. Esta tendência, com raras exceções, responde pela fragilidade ou ausência de conhecimentos pedagógicos entre os professores arquitetos bacharéis.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.20.065.DS16

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat