Cotas raciais na universidade brasileira e a ideologia da meritocracia

Maurício Silva

Resumo


As ações afirmativas tornaram-se, no atual contexto brasileiro, mais do que uma mera concessão governamental no âmbito de políticas públicas universalistas, mas um imperativo inequivocamente direcionado para sanar distorções historicamente construídas em relação à população brasileira afrodescendente por meio de medidas compensatórias, Uma dessas medidas são as chamadas cotas raciais, discutidas neste artigo a partir do seu relacionamento com o ensino universitário público e da ideologia da meritocracia.


Palavras-chave


Ações afirmativas. Cotas raciais. Universidade brasileira. Meritocracia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.17.054.DS07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat