Uso de dados de avaliações externas por redes municipais de educação paulistas

Sandra Zákia Sousa, Angela Maria Martins, Cláudia Oliveira Pimenta, Ione Ishii, Mauro Pedro dos Santos

Resumo


Este artigo apresenta resultados de estudo que teve como propósito explorar eventuais usos de resultados de avaliações externas para a gestão da escola básica, em cinco redes municipais de educação no estado de São Paulo. A pesquisa apresentava o propósito de identificar e analisar a visão de coordenadores pedagógicos do Ensino Fundamental sobre possíveis usos dos resultados das avaliações externas no trabalho pedagógico, especialmente na coordenação pedagógica e na atuação dos professores das escolas sob sua coordenação. As opiniões dos coordenadores foram coletadas por meio de questões elaboradas em escala Likert, com informações sobre seu perfil de formação, trajetória profissional e usos dos resultados das avaliações. Os resultados revelam crescente valorização das avaliações externas no desenvolvimento de práticas pedagógicas nas redes municipais de ensino estudadas.

Texto completo:

PDF

Referências


ARCAS, P. H. Implicações da progressão continuada e do Saresp na avaliação escolar: tensões, dilemas e tendências. 2009. 89 f. Tese (Doutorado em Educação) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. Dados

de ensino: matrículas, docentes e rede escolar – 2009, municípios do estado de São Paulo. Brasília, DF, 2009. Disponível em:.Acesso em: 14 fev. 2009.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Provinha Brasil. Brasília, DF, 2012. Disponível em: . Acesso em: 2 fev. 2013

PAGAN, A. A. Ser (animal) humano: evolucionismo e criacionismo nas concepções de alguns graduandos em Ciências Biológicas. 2009. 228 f. Tese (Doutorado em Educação) —Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

PIMENTA, C. O. As avaliações externas e o trabalho de coordenadores pedagógicos: estudo em uma rede municipal paulista. 2012. 141 f. Dissertação (Mestrado em Educação) — Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

SILVA, A. P. da; FERNANDES, M. J. da S. As avaliações externas e suas implicações para a organização da escola: o trabalho do coordenador pedagógico em foco. In: CONGRESSO NACIONAL DE AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO, 2., 2012, Bauru. Anais... Bauru: CECEMCA/UNESP, 2012.

SILVA, K. P. G. da; SOUSA, M. de. As relações que se estabelecem entre as avaliações externas gestão escolar: uma investigação do lugar da coordenação pedagógica. In: CONGRESSO NACIONAL DE AVALIAÇÃO EM EDUCAÇÃO, 2., 2012, Bauru. Anais... Bauru: CECEMCA/UNESP, 2012.

SILVA, M. J. de A. e. Regulação educativa: o uso de resultados de proficiência de avaliações do PROEB por diretores escolares em Minas Gerais. 2011. 121 f.

Tese (Doutorado em Educação) — Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2011.

SOUSA, S. Z. Avaliação e gestão da educação básica. In: DOURADO, L. Políticas e gestão da educação no Brasil: novos marcos regulatórios. São Paulo: Xamã, 2009. p. 31-45.

SOUSA, S. Z. Avaliação externa e em larga escala no âmbito do Estado brasileiro: interface de experiências estaduais e municipais de avaliação da Educação Básica com iniciativas do governo federal. In: BAUER, A.; GATTI, B. A. (Org.). Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: implicações nas redes de ensino, no currículo e na formação de professores. Florianópolis: Insular, 2013. p. 61-85.

SOUSA, S. Z.; ARCAS, P. H. Implicações da avaliação em larga escala no currículo: revelações de escolas estaduais de São Paulo. Educação: Teoria e Prática, v. 20, n. 35, p.181-199, 2010.

STECHER, B. M. Consequences of large-scale, high-stakes testing on school and classroom practice. In: HAMILTON, L. S.; STECHER, B. M.; KLEIN, S. P. Making sense of test-based accountability in education. Santa Mônica, CA: Rand Corporation, 2002. p. 79-100.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.15.044.DS02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat