From the right to higher education to the challenge of access for all

Lindomar Wessler Boneti, Maria Lourdes Gisi, Sirley Terezinha Filipak

Resumo


Analyzes how the conceptual meanings and purposes of higher education in educational policies are expressed at different times in Brazilian history, a project typically bourgeois to the access for all. It is argued that beyond the institutional framework (rules, norms, values etc.) governing the making of higher education, which has remained unchanged throughout the historical period of the Brazilian educational policies, continuing to be tuned to bourgeois ethics, different events (political, economic, cultural etc.), in different historical moments, they have contributed to significant changes on the feature of higher education policies in relation to its purpose and conceptual meanings, such as: higher education associated with the idea of social evolution, using the bourgeois culture as a parameter order, before calling "Bourgeois Revolution" in Brazil; The focus on community has higher education as a tool for building a national project, after the "Bourgeois Revolution"; the return to the focus on the individual and on competitiveness from the discourse of citizenship and social inclusion, beginning with the last two decades of the twentieth century, moving towards its main challenge: access for all. 

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA – ANPEd. Por um Plano Nacional de Educação (2011-2020) como política de Estado. Rio de Janeiro: ANPEd, 2011.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2012.

BRASIL. Lei n. 9394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2012.

BRASIL. Ministério da educação e Cultura. Lei n. 10.172/2001. Plano Nacional de Educação – 2001/2010. Disponível em: . Acesso em: 26 dez. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Lei n. 11.096/2005. Programa Universidade para Todos – ProUni. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2012

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Lei n. 6.096/2007. Programa de Apoio a Planos de reestruturação e Expansão das Universidades Federais – Reuni. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Inep. Censo da Educação Superior/2011. Disponível em: . Acesso em: 26 nov. 2012.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J.-C. Les héritiers – les étudiants et la culture. Paris: Les Éditions de Minuit, 1985.

DUBET, F. As desigualdades multiplicadas. Ijuí: Editora Unijuí, 2003.

FERNANDES, F. Revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. 5. ed. São Paulo: Globo, 1976.

GRINEVALD, J. Science et développement: esquisse d´une approche socio-épistémologique. La pluralité des mondes. Cahier de l´I.E.D.I. Paris: PUF, 1975.

INSTITUTO INTERNACIONAL PARA LA EDUCACIÓN SUPERIOR EN AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE – IESALC. Conferencia Mundial sobre Educación Superior – 2009. Comunicado. Paris: UNESCO, 2009.

METER, K. M. (Org.). La Sociologie. Paris: Larousse, 1994.

OLIVEIRA, J. F.; CATANI, A. M. A reconfiguração do campo universitário no Brasil: conceitos, atores, estratégias e ações. Campinas: Mercado de Letras, 2011.

PEIXOTO, M. C. L. Educação como bem público, internacionalização e as perspectivas para educação superior brasileira. In: OLIVEIRA, J. F.; CATANE, A. M.; SILVA JÚNIOR, J. R. (Org.). Educação superior no Brasil: tempos de internacionalização. São Paulo: Xamã, 2010.

RAMOS, A. H. Educação em direitos humanos: local da diferença. Revista Brasileira de Educação, v. 16, n. 46, p. 191-213, jan./abr. 2011.

RISTOFF, D. Educação Superior no Brasil – 10 anos pós-LDB: da expansão à democratização. In: BITTAR, M.; OLIVEIRA, J. F.; MOROSINI, M. (Org.). Educação superior no Brasil – 10 anos pós-LDB. Brasília: INEP, 2008.

SANTOS, J. V. T. dos. Os novos processos sociais globais e violência. Em Perspectiva, v. 13, n. 3, 1999.

SILVA, A. M. M. Direitos humanos na educação básica: qual significado? In: SILVA, A. M. M.; TAVARES, C. (Org.). Políticas e fundamentos da educação em direitos humanos. São Paulo: Cortez, 2010. p. 41-63.

TEDESCO, J. C. Igualdad de oportunidades y política educativa. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 555-572, sept./dec. 2004.

ZAINKO, M. A. S.; MICHELOTTO, R. M.; COELHO, R. H. A política de expansão da Educação Superior e a proposta de reforma universitária do Governo Lula. Educar em Revista, v. 28, 2006.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v13i39.8258

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat