AS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO COMO FATOR DE INCLUSÃO SOCIAL DE CRIANÇAS EM SITUAÇÃO DE RISCO

Nilza Godoy Gomes, Maria Luiza Belloni

Resumo


A geração nascida em fins do século XX encontrou uma sociedade saturada de objetos tecnológicos, em particular as tecnologias da informação e comunicação (TIC). Uma das questões mais importantes, que é necessário discutir no campo da educação, diz respeito às desigualdades sociais provocam as desigualdades de acesso que trazem conseqüências insuperáveis para o desenvolvimento cognitivo e sócio-afetivo destes jovens. Para compreender melhor a relação dos jovens desfavorecidos com as TIC, realizamos um estudo utilizando uma metodologia etnográfica, criando situações de aprendizagem por meio de projetos de trabalho em ambientes informatizados. A primeira fase da pesquisa foi realizada com crianças e adolescentes (8 a 13 anos) de uma instituição pública de Florianópolis – SC, que recebe jovens excluídos, dentre eles muitos em situação de risco. Os resultados, ainda que parciais, permitem compreender que o uso pedagógico das TIC funcionou fortemente como um fator de motivação, despertando a vontade de aprender, sobretudo quando propomos projetos de trabalho de interesse dos jovens.

Texto completo:

PDF

Referências


BELLONI, M. L. (org.). A formação na sociedade do espetáculo. São Paulo,SP: Loyola, 2002.

______. Infância, máquinas e violência; Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, n. 87, ago./set. 2004.

______. O que é mídia-educação. Campinas, Autores associados, 2001.

______. GOMES, N.G. Educação de jovens e as tecnologias de informação e comunicação: uma proposta de educação para jovens desfavorecidos, In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO – ENDIPE, 12., 2004. Curitiba. Anais... Curitiba: 2004.

BUCKINGHAM, D. After the death of childhood. Cambridge: Polity, 2000.

DIEUZEIDE, H. Les Nouvelles Technologies. Paris: Nathan, 1994.

FLORES, Tatiana M. Street fighther: Buenos Aires: Instituto de Investigación en Medios, 2003.

FREITAG, B. Sociedade e Consciência. Cortez: 1984

GOMES, N.G. Computador na escola: novas tecnologias e inovações educacionais. In BELLONI, M. L. (org.). A formação na sociedade do espetáculo. São Paulo,SP: Loyola, 2002.

HABERMAS, J. Logique des sciences sociales. Paris: PUF, 1987.

PIAGET, J. La psychologie de l’intelligence. Paris: A. Colin,1968.

PINTO, M. A infância como construção social. In: PINTO; SARMENTO. As crianças: contextos e identidades. Centro de Estudos da Criança, Universidade do Minho: Braga, 1997.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v5i15.7853

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat