A PESQUISA E O FAZER PEDAGÓGICO: GERAR E DIFUNDIR CONHECIMENTOS

Romilda Teodora Ens, Nara Regina Ploharski, Suely Therezinha Costa Salles

Resumo


O presente artigo relata a proposta na PUCPR de unir pesquisa e docência na formação continuada de professores, mais especificamente dos estudos sobre a abordagem qualitativa e a metodologia da pesquisa que está sendo utilizada no projeto Gestão Estratégica de Competências e a Formação do Professor. A realização da pesquisa vem propiciando ao grupo de professores da área de educação um trabalho integrado, e ao mesmo tempo, um caminhar pela pesquisa- ação, integrando os seguintes procedimentos e técnicas de pesquisa: análise documental, análise iconográfica, aplicação de questionários, entrevista semi-estruturada, observação participante e seminários.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. Conversas com quem gosta de ensinar. 21. ed. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1985.

ALVES, R. Primeira lição para os educadores.Disponível em : . Acesso em: 22 jun. 2001.

ANDRÉ, M. D. A . de. Etnografia da prática escolar. Campinas: Papirus,

(Série prática pedagógica).

BOGDAN, R. ; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto, 1997.

CASTANHO, S. E. M. Universidade entre o sim, o não e o talvez. Caderno de Pesquisa, n. 100, p. 37-48, mar. 2000.

COSTA, M. V. Introdução: novos olhares na pesquisa em educação. In: _____.

Caminhos investigativos: Novos olhares na pesquisa em educação. Porto Alegre: Mediação, 1996. p. 7-17.

DECLARAÇÃO mundial para o ensino superior no século XXI. In: CONFERÊNCIA MUNDIAL SOBRE O ENSINO SUPERIOR, 1998, Paris. Anais... Tendências da educação superior para o século XXI. Brasília: UNESCO/CRUB, 1999. p. 15-32.

DEMO, P. Introdução à metodologia da ciência. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1990.

DEMO, P. Pesquisa: princípios científico e educativo. 2. ed. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1991. (Biblioteca de educação. Série I. Escola; v.11).

DEMO, P. Pesquisa e construção do conhecimento:Metodologia Científica no caminho de Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1994.

DEMO, P. Educação e qualidade. Campinas: Papirus, 1995a.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. Campinas: Autores Associados, 1996a.

DEMO, P. Pesquisa e construção do conhecimento: metodologia científica no caminho de Habermas. 2. ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1996b. (Biblioteca tempo universitário; 96).

FAZENDA, I. (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1991.

FAZENDA, I. Novos enfoques da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez

FAZENDA, I. A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. Campinas: Papirus, 1995. (Coleção práxis).

FAZENDA, I. C. A. (Org.). Didática e interdisciplinaridade. Campinas:

Papirus, 1998. (Coleção práxis).

LESSARD - HÉRBART, M. Pesquisa em educação. Lisboa: Instituto PIAGET, 1984.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986. ( Temas básicos de educação e ensino).

MIRANDA, M. G. de. Novo paradigma de conhecimentos e políticas educacionais na América Latina. In: VEIGA, I. P. A. ; CASTANHO, M. E. L. M. (Org.). Pedagogia universitária: a aula em foco. Campinas: Papirus, 2000. p. 13-47.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores. In: _____. Elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e sua conseqüências em relação à formação para o magistério. Pelotas: PUCRS, 1999. (Palestra)

THIOLLENT, M. Notas para o debate sobre a pesquisa-ação. In: BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Repensando a pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 1984.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 1996.

SANTOS, S. S. Um discurso sobre as ciências. 6. ed. Porto: Afrontamento, 1992.

SAVIANI, D. Os saberes implicados na formação do professor. São Paulo: Ed. UNESP, 1996.

WACHOWICZ, L. A. (Org.). A interdisciplinaridade na universidade. Curitiba: Champagnat, 1998.

SEVERINO, A. J. Formação do educador e avaliação educacional. São Paulo: Ed. UNESP, 1999.

ZAINKO, M. A. S. ; GISI, M. L. A gestão de competências: inovação ou modismo na formulação de políticas públicas. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 2, n.3, p.33-44, jan./jun. 2001.




DOI: https://doi.org/10.7213/rde.v2i4.3886

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat