Pela tela de um tablet: tecnologias digitais na Educação Infantil

Manuela Azevêdo Queiroz, Maria Silvia Pinto de Moura Librandi da Rocha

Resumo


Este artigo expõe resultados de pesquisa desenvolvida sob a perspectiva da Teoria Histórico-Cultural, com objetivo de examinar o uso de um tablet para (re)significações e (re)interpretações de crianças sobre suas experiências no contexto escolar. Participaram da investigação 19 crianças de quatro a cinco anos de idade de uma escola pública, a quem a pesquisadora solicitou que manuseassem um tablet a fim de fotografarem aquilo de que mais gostavam na escola. Posteriormente, em sessões de entrevista, as crianças eram convidadas a selecionarem as fotos de que mais gostavam. O estudo foi realizado por meio de observações, produção de fotografias e entrevista. Foram realizadas 11 sessões para fotografar e sete sessões para escolhas das fotos, todas vídeo-filmadas. A construção do material empírico permitiu-nos constatar a potência da atividade desenvolvida com o tablet para as (re)elaborações e (re)significações dos participantes no tocante ao contexto escolar, afetando, dessa maneira, suas relações com o meio, com o instrumento e entre pares.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.21.071.AO05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat