Enfrentamentos e aprendizados: a insurgência feminina no Acampamento Zé Maria do Tomé, Chapada do Apodi-CE

Sandra Maria Gadelha de Carvalho, Mila Nayane da Silva, Lia Pinheiro Barbosa

Resumo


O artigo apresenta o processo de aprendizagem repercutido na vida das
camponesas, enfatizando a práxis de resistência contra o patriarcado emergida no contexto da luta pela terra, coordenada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Ao investigar sobre as práticas educativas que permeiam as mulheres em situação de acampadas no que concerne à figura feminina atuante no MST, este escrito tem o pressuposto de que essas mulheres buscam seu lugar de modo insurgente no mundo das contradições, resultado da formação política repercutida pela educação não formal presente nos momentos exigidos pela nova


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.20.067.DS14

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat