Formação de professores da Educação Infantil: ressignificando as práticas docentes por meio de propostas psicocorporais

Ângela Adriane Schmidt Bersch, Eliane Lima Piske

Resumo


Neste estudo, objetivamos refletir sobre a prática docente por meio de propostas psicocorporais que envolveram o lúdico e suas interfaces. As práticas docentes são aquelas mediadas pelo professor e que, no seu construto, há intencionalidades, promovendo a aprendizagem com sentido e significados. A pesquisa é de cunho qualitativo e, para a análise dos dados, utilizamos a Grounded Theory, aliada ao software Atlas.Ti. As técnicas de intervenção pedagógica aplicadas foram a Psicomotricidade Relacional e as Ginásticas Historiadas. Participaram dos encontros formativos 30 professoras da Educação Infantil do município de Rio Grande/RS. Os instrumentos que geraram os dados foram: observações das trajetórias que envolvem as atividades psicocorporais, as narrativas das participantes nos memoriais descritivos e no decorrer dos encontros, bem como imagens, filmagens e relatórios oriundos das temáticas das aulas aplicadas aos alunos das professoras. As categorias que emergiram na análise dos dados foram emoções e corpo, evidenciando que o dueto está implicado na comunicação corporal, já que não podemos separar a emoção do corpo, tampouco o corpo da emoção. As narrativas que envolveram as atividades psicocorporais — ou seja, brincar, jogar, criar, atuar, inventar, interagir com o outro e com os objetos disponibilizados — indicaram que são capazes de promover reflexões sobre a formação permanente e uma ressignificação da prática docente.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.21.070.DS07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Editora Universitária Champagnat