Estilos de Aprendizagem: evidências a partir de uma revisão sistemática da literatura

Elisangela Aparecida Bulla Ikeshoji, Adriana Aparecida de Lima Terçariol

Resumo


Entende-se que o professor, ao conhecer seu estilo de ensino, pode alinhar de maneira mais adequada as estratégias de ensino, para contribuir com a aprendizagem significativa do aluno, segundo o seu estilo de aprendizagem. Nesse sentido, o objetivo principal deste artigo foi evidenciar como os estilos de aprendizagem contribuem com processo de ensino na educação básica e no ensino superior. Visando alcançar o objetivo proposto, realizou-se uma pesquisa exploratória, a partir de um levantamento sistemático da literatura, com o intuito de se buscar produções nas bases de dados do Portal de Periódicos da CAPES, ProQuest e SCOPUS, que focam os estilos de aprendizagem segundo a teoria de Alonso, Gallego e Honey (1994). Os critérios de inclusão adotados foram: teoria de Alonso, Gallego e Honey; sem parâmetro quanto ao período de publicação; artigos e/ou anais de eventos; independentemente do qualis do periódico e/ou evento. Portanto, a identificação dos estilos de aprendizagem pode ser um ponto de partida para a sistematização do complexo processo de ensino e de aprendizagem. Entende-se que o reconhecimento desses estilos pode contribuir com a minimização das lacunas existentes no processo de ensino e aprendizagem, uma vez que podem ser utilizados no contexto escolar para se abordar o currículo, nos diferentes níveis de ensino, de forma mais efetiva e significativa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.20.064.DS02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat