Realidade aumentada na escola: experiências de aprendizagem em espaços híbridos

Patrícia Brandalise Scherer Bassani

Resumo


As tecnologias de realidade aumentada possibilitam experiências em espaços híbridos, misturando o físico e o virtual por meio de representações tridimensionais. Este estudo tem por objetivo compartilhar práticas educativas em realidade aumentada desenvolvidas no contexto escolar e refletir sobre o envolvimento e a participação dos alunos na criação desses espaços híbridos. O estudo, de natureza aplicada e abordagem qualitativa, se apoia no método da Cartografia. Os dados foram produzidos no contexto do projeto Ambientes de Aprendizagem na Web desenvolvido na Universidade Feevale. Durante os anos de 2017 e 2018 foram propostas e desenvolvidas nove práticas educativas com o uso dos aplicativos Quiver e HP_Reveal. As práticas foram analisadas à luz de três categorias de participação: passiva, ativa e perceptiva. Na categoria de participação passiva o espectador observa, explora a obra; na participação ativa o espectador se torna parte da obra, explorando, intervindo, a fim de colaborar com a construção da mesma; na participação perceptiva, o espectador e o autor estabelecem uma relação recíproca, a partir da interatividade, que pode estar imposta através de interfaces computacionais. Resultados mostram que as experiências de aprendizagem em realidade aumentada desenvolvidas possibilitaram a imersão do sujeito/aluno no espaço híbrido por meio de práticas de participação ativa e perceptiva.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.19.062.DS13

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat