Future Classroom Lab em Portugal: análise da relação dos professores com um ambiente educativo inovador

Clarice Parreira Senra, Marco Braga

Resumo


Neste trabalho procuramos estudar a implantação de novos Ambientes Educativos Inovadores em três escolas públicas portuguesas a partir do projeto “Future Classroom Lab”, desenvolvido nos países da União Europeia pela European Schoolnet. O estudo foi realizado com o objetivo de compreender como os professores vêm lidando com essa nova proposta em seu dia a dia. A investigação consistiu na coleta de informações a partir de entrevista com 6 professores. Com base na análise das entrevistas procuramos compreender como os professores se relacionaram com o espaço, com a tecnologia e com as metodologias adotadas durante a experiência de utilização dos Ambientes Educativos Inovadores, como a escola apoiou essa interação e como foram constituídas as comunidades de prática no apoio a essa experiência. Como instrumento de análise, elaboramos uma matriz para cada uma das 5 dimensões (espaço, formação, tecnologia, comunidade de prática e metodologia) com 5 diferentes estágios de classificação. A partir dessas dimensões foi possível compreender como os professores utilizam esses espaços, quais as dificuldades encontradas e as sugestões apontadas para melhoria do uso do espaço pelos professores. Os resultados parciais mostram a importância da formação de comunidades de prática nas escolas e de um sistema de partilha de boas práticas para apoiar os professores na integração das tecnologias e no uso dos Ambientes Educativos Inovadores. Propostas de integração tecnológica precisam envolver toda a comunidade escolar: professores, alunos, gestores e pais; se alinhar às políticas de planejamento e aos objetivos de ensino, assim como oferecer formação e suporte para os professores.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7213/1981-416X.20.064.AO11

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat