A competitividade internacional e a desoneração tributária do trabalho formal no Brasil

Lourival José de Oliveira, Renata Calheiros Zarelli

Resumo


A competitividade de produtos internacionais com os produzidos nacionalmente está a proporcionar um processo “precoce” de desindustrialização no Brasil. Esse processo está vinculado ao recuo na contratação de novos postos de trabalho e à dispensa dos empregados contratados e, ainda, associado à utilização de tecnologias poupadoras de mão de obra. Com isso, a Presidenta da República recentemente expediu sete decretos e duas medidas provisórias, a fim de garantir o fortalecimento econômico e estimular a indústria nacional a enfrentar a crise financeira mundial e o processo de desindustrialização. Isso com a consequente desoneração tributária do trabalho formal, com vistas a garantir novos empregos e a formalizar as já existentes e evitar a subcontratação de trabalhadores por meio da terceirização, que é uma forma de precarização desses direitos. Tais medidas visam também a ampliar a produção nacional, barateando os custos da produção e dos preços do produto, e garantir de forma sustentável o desenvolvimento econômico nacional. O Estado tem a responsabilidade de compatibilizar a economia e a garantia dos direitos sociais, a fim de obter um desenvolvimento econômico nacional sustentável, sempre visando a frear possíveis violações aos direitos sociais. Na elaboração deste artigo, foi utilizada a metodologia da pesquisa por meio do estudo descritivo, exploratório e bibliográfico do tema, com a consequente análise dos dados e informações por meio de um enfoque qualitativo.

Palavras-chave


Crise econômica; Desindustrialização; competitividade; desoneração tributária; direitos sociais

Texto completo:

PDF

Referências


BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL –BNDES. Associados a projeto de investimento. Disponível em: . Acesso em: 28 maio 2012. Presidência da República. Lei n. 7.102, de 20 de junho de 1983. Dispõe sobre segurança para estabelecimentos &nanceiros, estabelece normas para constituição e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores, e dá outras providências. Diário O"cial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 20 jul. 1983. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2011.

BRASIL. Presidência da República. Lei n. 9.472, de 16 de julho de 1997. Dispõe sobre a organização dos serviços de telecomunicações, a criação e funcionamento de um órgão regulador e outros aspectos institucionais, nos termos da Emenda Constitucional n. 8, de 1995. Diário O"cial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 16 jul. 1997. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2011.

BRASIL. Presidência da República. Lei n. 6.019, de 3 de janeiro de 1974. Dispõe sobre o Trabalho Temporário nas Empresas Urbanas, e dá outras Providências. Diário O"cial [da] República Federativa do Brasil, Poder Legislativo, Brasília, DF, 3 jan. 1974. Disponível em: . Acesso em: 23 dez. 2011.

CUNHA, F. S. da. Crise econômica e possíveis perspectivas jurídico-sociais. Revista de Direito GV, v. 5, n. 2, p. 343-358, 2009. FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO PARANÁ – FIEP. Indústria da região sul busca soluções para o setor têxtil e de vestuário. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2012.

IMPRENSA NACIONAL. Ministério da Saúde dará preferência a produtos nacionais em compras públicas. Disponível em:

br/imprensa/noticias-de-governo/ministerio-da-saude-dara-preferencia-a-pro-dutos-nacionais-em-compras-publicas>. Acesso em: 5 abr. 2012.

LEDUR, J. F. Direitos fundamentais sociais: efetivação no âmbito da demo-

cracia participativa. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2009.

MEDEIROS, A. A. A. de. Estado, crise econômica mundial e a centralidade do trabalho. Revista Internacional de Direito e Cidadania, n. 8, p. 7-15, 2010.

NASSIF, A. Há evidências de desindustrialização no Brasil? Revista Economia Politica, v. 28, n. 1, p. 72-96, 2008. doi: 10.1590/S0101-31572008000100004.

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS. Conselho Interamericano

de Desenvolvimento Integral – CIDI. 2011. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2012.

PELED, M. China Blue. Disponível em:

/09/01/china-blue/>. Acesso em: 29 jun. 2012.

PIOVESAN, F. (Coord.). Direitos humanos, globalização econômica e integração regional: desa&os do Direito Constitucional Internacional. São Paulo: Max Limonad, 2002.

RESENDE, R. Direito do trabalho esquematizado. 2. ed. São Paulo: Método,

SONAGLIO, C. M. et al. Desindustrialização no Brasil. Revista Economia

Aplicada, v. 14, n. 4, p. 347-372, 2010.

WATANABE, M. O Brasil tem o quinto menor custo de produção em ranking

de 14 países. Disponível em: . Acesso em: 29 jun. 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rev.dir.econ.socioambienta.03.002.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista de Direito Econômico e Socioambiental

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

eISSN 2179-8214

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Rua Imaculada Conceição, 1155, Bloco Vermelho, Prado Velho, Curitiba/PR, Brasil, CEP 80.215-901

E-mail: revista.direito@pucpr.br

https://periodicos.pucpr.br/index.php/direitoeconomico/