Necessidades psicológicas básicas na docência stricto sensu: estudo de caso comparado (Brasil – Estados Unidos)

Jordana Wruck Timm, Tarcia Rita Davoglio

Resumo


Este estudo fundamentou-se na Self-Determination Theory (SDT) que pressupõe que a motivação autônoma resulta da interação entre demandas internas do self e nutrientes contextuais, permitindo ou não a satisfação das necessidades psicológicas básicas (NPB) de Autonomia, Competência e Pertencimento. Visou caracterizar e comparar as descrições operacionais das NPB de docentes que atuam em Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu na área da Educação. Foram realizadas entrevistas com duas professoras brasileiras e duas norte-americanas, sendo as informações analisadas pelos princípios da Análise de Conteúdo. A partir das três categorias a priori, emergiram trinta e sete subcategorias, seis das quais se repetiram em ambos os contextos; catorze subcategorias foram específicas para o contexto brasileiro concentrando-se majoritariamente na Competência; as outras dezessete específicas do contexto norte-americano predominaram no Pertencimento. Os resultados evidenciaram diferenças relevantes nas definições NPB que impactam na motivação autônoma entre os dois grupos de docentes, relacionadas a elementos de ordem pessoal e institucional.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.19.063.AO05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat