Foucault como kantiano: acerca de um pensamento do homem desde sua própria finitude

Daniel Omar Perez

Resumo


Eu irei me limitar à leitura cuidadosa e austera da monogra"a sobre a Antropologia pragmática de Kant, de autoria de M. Foucault. Minha intenção é empreender um trabalho de crítica no interior dos estudos kantianos, diante dos quais tratarei Foucault como kantiano, como estudioso de Kant, como um acadêmico que procura apresentar uma exegese interpretativa do texto kantiano e pretende, com isso, a legitimidade do seu trabalho. Isto irá me permitir avaliar a interpretação foucaultiana de Kant com o intuito de reconsiderar o lugar e o alcance da Antropologia Pragmática na constituição da "gura do homem como objeto das ciências.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistadefilosofiaaurora.6162

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.