A CONSTRUÇÃO DO PSÍQUICO, DE RIBOT A FREUD

Claudio Eduardo Rubin, Francisco Verardi Bocca.

Resumo


Este artigo apresenta considerações sobre possíveis infl uências teóricas de Theodule A. Ribot sobre S. Freud por ocasião de suas formulações teóricas iniciais sobre o psiquismo. Infl uências a partir de noções como memória e consciência, mas especialmente de cerebração inconsciente. Essas serão investigadas especialmente nas obras Les maladies de la mémoire (1881[1906]) e Projeto de psicologia (1895), respectivamente. Destacamos que essa influência (bem como esse importante período de elaboração da noção de psíquico) se deu pela contribuição e mediação de J. M. Charcot, tal como apresentada em Leçons sur les maladies du système nerveux faites a la Salpêtrière – Tome III, 1887), dedicada à abordagem da histeria psíquica/ideativa. Apresentaremos as duas primeiras obras (mantendo a terceira como referência) destacando o que entendemos como infl uências, heranças e inclusive divergências entre os autores, mas especialmente destacando uma linha de continuidade entre eles, para a qual Charcot teve papel fundamental. Esperamos que nossa pesquisa proporcione melhor esclarecimento sobre o estatuto inicial do psiquismo concebido por Freud bem como sobre a emergência de uma explicação alternativa que propiciou a introdução de uma instância psíquica inconsciente tal como a conhecemos.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSSON, O. Freud precursor de Freud. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2000.Originalmente publicado em 1962.

FREUD, S. La afasia. Buenos Aires: Nueva Visión, 1987. Originalmente publicado em 1891.

FREUD, S. Proyecto de psicologia. In: FREUD, S. Obras completas: publicaciones prepsicoanalíticas y manuscritos inéditos en vida de Freud (1886-1899). Buenos Aires: Amorrortu Editores, 2001. v. 1. Originalmente publicado em

FREZZATTI Jr., W. A. Nie􀄵 sche e Théodule Ribot: psicologia e superação da metafísica. Natureza humana, v. 12, n. 2, 2010. Disponível em: . Acesso em: 8 maio 2014.

GAUCHET, M. El inconsciente cerebral. Buenos Aires: Nueva Visión, 1994.

MAUDSLEY, H. Physiologie de l’esprit. Trad. Alexandre Herzen. Paris: C. Reinwald, 1879.

RIBOT, T. Maladies de la mémoire. Paris: F. Alcan, 1906.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/aurora.26.038.DS.02

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.