Virtudes morais a partir do horizonte da ética da responsabilidade de Hans Jonas: pandemia, emergência climática e futuros próximos

Helder Buenos Aires de Carvalho

Resumo


O artigo busca explicitar, a partir da perspectiva da ética da responsabilidade de Hans Jonas, em um diálogo com a ética das virtudes, que virtudes morais são necessárias como componentes da afirmação jonasiana de cuidado pela vida e pela manutenção da existência da humanidade, mesmo em um futuro próximo, diante da ameaça trazida pela emergência climática — produzida pela própria humanidade em seu modus operandi de intensivo uso das tecnologias como correia de transmissão do capitalismo global —; bem como pelas questões postas pela emergência da pandemia da Covid-19, especialmente pela lida requerida diante de um problema global que ameaça diretamente a vida diante de nossos olhos no presente e em futuros próximos. A pandemia da Covid-19 é um mote para defender a necessidade urgente do cultivo de certas virtudes que dão cumprimento ao princípio responsabilidade, mas também de obtenção de compreensão prévia concreta das enormes dificuldades envolvidas no enfrentamento ético da emergência climática.


Palavras-chave


Jonas, Responsabilidade, Virtudes, Moralidade, Ética

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, L. M. F. Por uma política da responsabilidade segundo Hans Jonas. 100p. Dissertação (Mestrado em Filosofia) — Universidade Federal do Piauí, Teresina, 2015.

ANTUNES, R. O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços na era digital. 2. ed. revista e ampliada. São Paulo: Boitempo Editorial, 2020.

BENSUSAN, H. “Y qué? Todo el mundo muere”. La muerte después de la pandemia y la banalidad de la necropolítica. Textos N-1 105, 2020. Disponível em: https://www.academia.edu/43519435/_Y_qu%C3%A9_Todo_el_mundo_muere_ Acesso em 03 abr. 2020.

CARVALHO, H. B. A. Vida, Vulnerabilidade, Animalidade e Virtudes em Jonas e MacIntyre: Conversação em torno de uma ética para a sociedade tecnológica. Revista Dissertatio de Filosofia, v. 7, p. 22-38, 2018.

CARVALHO, H. B. A. Responsabilidade como princípio e virtude: Uma reflexão sobre o desafio ético da técnica contemporânea a partir das teorias morais de Hans Jonas e Alasdair MacIntyre. In: SANTOS, R.; OLIVEIRA, J. R.; ZANCANARO, L. (Orgs.). Ética para a civilização tecnológica: em diálogo com Hans Jonas. São Paulo: Centro Universitário São Camilo, 2011. p. 153-177.

CANTO-SPERBER, M.; OGIEN, O. Que devo fazer? A filosofia moral. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2004.

GATES, B. The next outbreak? We’re not ready. TED. YouTube, 2015. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=6Af6b_wyiwI&list=PLh9VQRAGyrKMmFns4uG4vW9NyfTjHySeD. Acesso em 10 Abr 2020.

GAUTHIER, R. A. & JOLYF, J. Y. Aristote. L’Éthique à Nicomaque. Introduction, Traduction et Commentaire. 2ème ed. Louvain/Paris: Publications Universitaires/Béatrice-Nauwelaerts, 1970.

GIACÓIA JR, O. A ética da responsabilidade. Café Filosófico – CPFL. Youtube, 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=nJm2nofC0Us. Acesso em 03 abr. 2020.

HARARI, Y. N. Na batalha contra o Coronavírus, faltam líderes à humanidade. São Paulo: Cia das Letras, 2020.

JONAS, H. Pensar sobre Dios y otros Ensayos. Trad. Angela Ackermann. Barcelona: Herder, 1998.

JONAS, H. O Princípio Vida: fundamentos para uma biologia filosófica. Trad. Carlos Almeida Pereira. Petrópolis: Vozes, [1973] 2004.

JONAS, H. O princípio responsabilidade: Ensaio de uma ética para a civilização tecnológica. Trad. Marijane Lisboa, Luiz Barros Montez. Rio de Janeiro, Editora PUC-Rio/Contraponto: [1979] 2006.

JONAS, H. Técnica, Medicina e Ética. São Paulo: Paulus, 2013.

KRENAK, A. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

LEWIS, C. S. Mere Christianity. New York: Harper Collins, 2001.

MacINTYRE, A. After Virtue. An Essay in Moral Theory. Notre Dame: University of Notre Dame Press, 1981.

MBEMBE, A. Necropolítica. São Paulo: N-1 Edições, 2018.

OLIVEIRA, J. O homem como objeto da técnica segundo Hans Jonas: o desafio da Biotecnologia. Problemata - Revista Internacional de Filosofia, v. 04, p. 13-38, 2013.

OLIVEIRA, J. Negação e Poder: do desafio do niilismo ao perigo da tecnologia. Caxias do Sul: Editora da Universidade de Caxias do Sul, 2018.

OLIVEIRA, J.; FROGNEUX, N.; VASCONCELOS, T. Terra Nenhuma: Ecopornografia e Responsabilidade. Caxias do Sul: EDUCS, 2020.

SANTOS, B. S. A cruel pedagogia do vírus. [ePub] São Paulo: Boitempo, 2020.

SILVEIRA, D. C. Ensaios sobre Ética. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária, 2008.

SILVEIRA, D. C. Contrato & Virtudes. Por uma teoria moral mista. São Paulo: Loyola, 2016.

SCHOEFS, V. Hans Jonas: Écologie et Démocratie. Paris: L’Harmattan, 2009.

WALLACE-WELLS, D. A terra inabitável. Uma história do futuro. São Paulo: Cia das Letras, 2019.

WENSVEEN, L. Dirty Virtues: The emergence of Ecological Ethics. Amherst: Humanities Press, 1999.

VAZ, H. C. L. Ética e Justiça: Filosofia do Agir Humano. Síntese Nova Fase, v. 23, n. 75, p. 437-454, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1980-5934.32.057.DS01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.