METAFÍSICA E METAPSICOLOGIA EM CONFRONTO: ARISTÓTELES E LACAN NO SEMINÁRIO VII

Vincenzo di Matteo

Resumo


Neste artigo, pretendo retomar a crítica à metafísica em nome dmetapsicologia psicanalítica; registrar, especificamente, a confrontação operada por Lacan (Seminário VII. A ética da psicanálise) entre ética aristotélica e psicanalítica, com destaque para os temas da felicidade, do sumo bem, do desejo e do prazer; situar e compreender os diferentes referenciais antropológicometafísicos que legitimam as duas reflexões éticas; mostrar os dois “jogos de linguagem” que devem ser respeitados em sua autonomia e diferença. A confrontação não visa necessariamente emitir um julgamento de valor quanto à verdade de uma ou outra concepção, e sim compreender os problemas e as respectivas soluções propostas por Aristóteles, em seu tempo, e a psicanálise lacaniana, no nosso.

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. In: ______. Metafísica: ética a nicômaco

poética. São Paulo: Abril Cultural, 1979. (Os Pensadores);

BIRMAN, Joel. A servidão. In: ______.Arquivos do mal-estar e da resistência.

Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006. p.17-32;

DEGUY, M. (Org.). Lacan avec lês philosophes. Paris: Albin Michel, 1992;

FREUD, S. Correspondência de amor e outras cartas, 1873-1930. Rio de

Janeiro: Nova Fronteira, 1982;

______. Projeto para uma psicologia científica. [1895]. In:______. Edição

standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. 2. ed.

Rio de Janeiro: Imago, 1977. v. 1;

______. Três Ensaios sobre a sexualidade. [1905]. In: ______. Edição standard

brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. 2. ed. Rio de

Janeiro: Imago, 1977. v. 7;

______. O mal-estar na Civilização. [1929]. In: ______. Edição standard

brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. 2. ed. Rio de

Janeiro: Imago, 1977. v. 21;

______. A dissecação da personalidade psíquica [1932]. In: ______. Edição

standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. 2. ed.

Rio de Janeiro: Imago, 1977. v. 22;

JURANVILLE, A. Lacan e a filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1979.

HANNS, Luiz. Dicionário comentado do alemão de Freud. Rio de Janeiro:

Imago, 1996;

HEIDEGGER, M. Seminários de Zollikon. São Paulo: Vozes, 2001.

LACAN, J. O seminário VII: a ética da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge

Zahar, 1988;

______. O triunfo da religião, precedido de, discurso aos católicos. Rio de

Janeiro: Jorge Zahar, 2005;

LA BOÉTIE, E. De. Discurso da servidão voluntária. São Paulo: RT, 2003.

MASSON, J. A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm

Fliess. Rio de Janeiro: Imago, 1986, p. 302;

MATTEO, Vincenzo Di. O sujeito freudiano entre Metapsicologia e Metafísica.

In: BONACCINI, J. A. et al. (Org). Metafísica: história e problemas. Natal:

EDUFRN, 2006, p. 321-330;

ROUDINESCO, E.; PLOM, M. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro:

Zahar, 1998;

______. Jacques Lacan: esboço de uma vida, história de um sistema de

pensamento. São Paulo: Companhia das Letras, 1994;

ROCHA, Zeferino. O desejo na Grécia Arcaica. Revista Latinoamericana de

Psicopatologia Fundamental, v. 1, n. 4, p. 94-122, dez. 1999;

______. O desejo na Grécia Clássica. Revista Latinoamericana de

Psicopatologia Fundamental, v. 2, n. 1, p. 84-116, mar. 2000ª;

______. O desejo na Grécia Helenística. Revista Latinoamericana de

Psicopatologia Fundamental, v. 3, n. 2, p. 98-128, jun. 2000b;

SAFATLE, Vladimir (Org.). Um limite tenso: Lacan entre a filosofia e a

psicanálise. São Paulo: UNESP, 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rfa.v19i24.2158

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.