Edith Stein e o pensamento medieval: continuação da fenomenologia husserliana por uma filosofia do ser

Juvenal Savian Filho

Resumo


Por uma breve contraposição com o modo como Husserl evoca o pensamento medieval, este artigo pretende explorar a especificidade de Edith Stein em sua relação com autores medievais. A filósofa não é uma simples repetidora de formas medievais de pensar (como também não se tornou uma tomista), mas uma fenomenóloga que revive razões de autores medievais e busca os fundamentos de uma filosofia do ser conjugável com a fenomenologia husserliana.


Palavras-chave


Edith Stein. Pensamento Medieval. Fenomenologia. Filosofia do ser.

Texto completo:

PDF

Referências


BOULNOIS, O. Heidegger, l’onthothéologie et les structures médiévales de la métaphysique. Le Philosophoire, v. 3, n. 9, p. 27-55, 1999.

CONRAD-MARTIUS, H. Meine Freundin Edith Stein. Hochland, v. 51, p. 38-48, 1958.

GABORIAU, F. Edith Stein philosophe. Paris: François-Xavier de Guibert, 1999.

HUSSERL, E. Logische Untersuchungen. V. II-1. Tubinga: M. Niemeyer, 1968.

LAVIGNE, J.-F. En deçà du transcendental: les conditions pré-phénoménales de la vie transcendentale. Metodo. International Studies in Phenomenology and

Philosophy. Special Issue, v. 1, n. 1, p. 83-102, 2015.

REDMOND, W. O argumento ontológico de Edith Stein. TQ — Teologia em questão, v. 30, n. 2, p. 73-100, 2016.

RIBEIRO DE MOURA, C. A. Crítica da razão na fenomenologia. São Paulo: EDUSP & Nova Stella, 1989.

STEIN, E. Endliches und ewiges Sein. Friburgo na Brisgóvia: Herder, 2016. (Edith Stein Gesamtausgabe, v. 11/12).

STEIN, E. Husserls Phänomenologie und die Philosophie des hl. Thomas von Aquino. In: STEIN, E. “Freiheit und Gnade” und weitere Beiträge zu Phänomenologie und Ontologie. Friburgo na Brisgóvia: Herder, 2014. (Edith Stein Gesamtausgabe, v. 9).

STEIN, E. O que é filosofia? Uma conversa entre Edmund Husserl e Tomás de Aquino. Scintilla — Revista de filosofia e mística medieval, v. 2, n. 2, p. 301-332, jul./dez. 2005a.

STEIN, E. Potenz und Akt. Friburgo na Brisgóvia: Herder, 2005b. (Edith Stein Gesamtausgabe, v. 10).




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1980-5934.29.048.DS01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.