Do modelo primatológico de cultura e mente adaptativa ao modelo da dupla herança: por uma teoria darwinista da cultura

Cleverson Leite Bastos

Resumo


O pensamento neodarwinista sobre a evolução e hereditariedade, segundo o qual a adaptação ocorre por meio de seleção natural das variações genéticas aleatórias, vem sofrendo, nos últimos 50 anos, uma mudança revolucionária, senão herética para alguns biólogos. Tais mudanças conceituais, fornecidas por vários ramos da biologia, vão em direção a uma teoria da dupla herança, vão em direção a uma antropologia naturalizada, desfazendo ou no mínimo enfraquecendo a polêmica dialética entre natureza e cultura. Algumas questões, de especial interesse em filosofia da biologia, e que vimos pesquisando e classificando já há alguns anos, são aquelas que dizem respeito às concepções biológicas ou modelos de mente e sua arquitetura. No entanto, nos deparamos com um viés distinto, ou no mínimo complementar àquele que vinha sendo foco de nosso interesse: etologia, sociobiologia e psicologia evolutiva como bases para uma antropologia naturalizada

Texto completo:

PDF

Referências


ABRANTES, P. C. Filosofia da biologia. Porto Alegre: Artmed, 2011.

ABRANTES, P. C.; ALMEIDA, F. P. L. Evolução humana: a teoria da dupla herança. In: ABRANTES, P. C. Filosofia da biologia. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 261-295.

ARISTÓTELES. Aristóteles. São Paulo: Nova Cultural, 2000. (Coleção Os Pensadores).

BARKOW, J.; COSMIDES, L.; TOOBY, J. The adapted mind: evolutionary psychology and the generation of culture. New York: Oxford University Press, 1992.

BASTOS, C. L. Mente, cognição e a teoria da mente ornamental. Revista de Filosofia, Curitiba, v. 18, n. 21, p. 111-123, 2005.

BASTOS, C. L. Mente seletiva: ou, uma visão de baixo para cima. Revista AdVerbum, v. 2, n. 2, p. 172-184, 2007a.

BASTOS, C. L. O som de uma só mão batendo palmas. In: PEREZ, D. O. (Org.). Filósofos e terapeutas em torno da questão da cura. São Paulo: Escuta, 2007b. p. 233-248.

BASTOS, C. L. Alcances e limites da psicologia evolutiva para a compreensão da mente. Philósophos, Goiânia, v. 15, n. 2, p. 29-55, 2010.

BLACK, M. Modelos y metáforas. Madrid: Tecnos, 1966.

BOGEN, H. J. O ser humano e a matéria: evolução e ser do Homo sapiens do ponto de vista biológico. Rio de Janeiro: DIFEL, 1977.

DRAAISMA, D. Metáforas da memória: uma história das idéias sobre a mente. São Paulo: EDUSP, 2005.

FODOR, J. The modularity of mind: an essay on faculty psychology.

Cambridge, MA: MIT Press, 1983.

JABLONKA, E.; LAMB, M. J. Evolução em quatro dimensões. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

KAPLAN, A. A conduta na pesquisa: metodologia para as ciências do comportamento. São Paulo: EDUSP, 1972.

MARTINEZ-CONTRERAS, J. O modelo primatológico de cultura. In:

ABRANTES, P. C. Filosofia da biologia. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 224-240.

MILLER, G. A mente seletiva: como a escolha sexual influenciou a evolução da natureza humana. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

MITHEN, S. A pré-história da mente: uma busca das origens da arte, da religião e da ciência. São Paulo: UNESP, 2002.

PINKER, S. Como a mente funciona. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

PINKER, S. Tabula rasa: a negação contemporânea da natureza humana. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

WAIZBORT, R.; SILVA PORTO, F. C. da. Genes, seleção natural e comportamento humano: a mente adaptada da psicologia evolucionista. In: ABRANTES, P. C. Filosofia da biologia. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 241-260.

PINKER, S. Tabula rasa: a negação contemporânea da natureza humana. São

Paulo: Companhia das Letras, 2004.

WAIZBORT, R.; SILVA PORTO, F. C. da. Genes, seleção natural e comportamento humano: a mente adaptada da psicologia evolucionista. In: ABRANTES, P. C. Filosofia da biologia. Porto Alegre: Artmed, 2011. p. 241-260.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rfa.v23i33.1609

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.